O que significa empreender?

No sentido mais simples da palavra, empreender significa pegar uma ideia e colocá-la em prática. Porém, será que todo mundo tem perfil para ser empreendedor? Não, o empreendedor já possui características próprias que já o destacam por natureza dos demais.

No Brasil, o empreendedorismo virou a modinha da vez. Meu medo maior é esse romantismo todo da coisa que muitas pessoas estão pregando por aí.

Na real, empreendedorismo é muita ralação, exige muito de quem opta por esse caminho e, para se manter nele, é preciso muita paixão, determinação e persistência em um sonho muito maior. Do contrário esse será só mais um “plano” que não deu certo.

A regra aqui é simples: Ideia + trabalho duro = sucesso.

Não existe outro caminho e muito menos atalhos para que o sucesso aconteça. Não é como muitos pensam por aí que simplesmente ter uma boa ideia, fará com que milhões de doláres caiam na conta bancária da noite para o dia. Não mesmo.

O sucesso pode demorar. E se você já pensa em seguir o mesmo caminho que o meu, venha preparado para entrar na tropa de elite. Aqui só os fortes sobrevivem.

Não estou querendo assustar vocês, essa é a mais pura verdade de quem já tem uma trajetória percorrida neste mega, hiper e maravilhoso mundo do empreender.

Muitos te chamarão de louco, perturbado, ou mesmo, de sonhadores malucos. Isso é muito normal de acontecer. Mas, não desanime e siga no caminho. A vitória terá um gosto todo especial.

Empreender é atitude, é comportamento, é visão, é garra, é fome. Enfim, é loucura, mas uma loucura totalmente apaixonante por estar ali trabalhando no seu sonho todos os dias…

Ser empreeendedor vai além de apenas possuir empresas.Você pode e deve empreender em todo o lugar que enxergar oportunidades. Empreender é isso, é estar o tempo todo pensando em novas formas e maneiras de transformar o mundo em um lugar melhor.

Já dizia o grande Augusto Cury: “Ser empreendedor é executar sonhos, mesmo que haja riscos”.

É meu caro, empreender é gostar de correr risco sim. Não tem como, o risco estará o tempo todo com você juntamente com aquele velho medo de falhar. Ambos precisam estar na sua bagagem de conhecimento. Eles também te farão alçar grandes e maravilhosos voos rumo a níveis cada vez mais altos.

Empreender é se desafiar todos os dias e acreditar com todas as suas forças em algo que ainda não é concreto, mas que em seu sonho já tem forma, cor, dimensão está muito bem visualizado.

Viver no mundo do empreender é aproveitar o talento ao seu máximo, sugar tudo o que há de bom em ti e melhorar a cada dia.

Eu, Bruno, sou mesmo um louco e apaixonado desesperadamente por esse mundo maluco do empreender. Ele me contagia, me dá energias e forças para continuar a minha jornada. Vibro com cada negócio novo sendo criado. Pra mim é uma dor imensa no coração quando dizem que mais um negócio fechou suas portas.

Acredito muito em meu país, Brasil, que tem tudo para ser um país rico, pois, aqui existem muitos bons talentos perdidos por aí. Eles só precisam saber disso, se prepararem e virem logo para o mercado fazer a diferença.

 

Fonte: http://www.saiadolugar.com.br/

Empreender é fazer pequenos progressos todos os dias

Muitas vezes eu me perguntava: Por que muitos planos nunca saem do papel?  Por que tantos sonhos nunca são realizados? Por que as pessoas começam e não terminam os seus projetos? A resposta é a mais lógica de todas: a maioria das pessoas não está realmente disposta a realizar os sonhos.

Tudo parece estar tão longe e fora de alcance. Alguns criam coragem e dão os seus primeiros passos, mas, desistem logo pelo caminho. Outros já nem tentam, pensando no enorme trabalho de chegar até lá.

Então, qual o segredo dos campeões? Se eles chegaram até lá, deve haver alguma maneira de se manter o foco e atingir o grande objetivo final.

Em busca de respostas, me deparei com uma pesquisa realizada em neurociência junto a ovelhas. Estranho isso, mas cheguei à conclusão de que todos nós somos cabeça de ovelha.

A pesquisa mostra a evolução do comportamento das ovelhas.

Antes elas eram soltas em campos abertos com a finalidade de irem de um lugar a outro. Dessa maneira, elas simplesmente não caminhavam, ficavam ali paradas e isso era um grande problema para quem as conduzia.

Ovelhas pensam de forma parecida com o ser humano.

Ao avistar aquele campo enorme e aberto, pensavam: Nossa, vou ter de andar tudo isso e nem vejo o fim. Dará muito trabalho, vou gastar muita energia e nem sei para onde estou indo. Não vou caminhar. O melhor é ficar aqui mesmo sendo muito mais cômodo a mim.

O que os pesquisadores descobriram para resolver o tal problema?

Que era preciso colocar pequenos obstáculos ou muros.  Ai sim elas saberiam para onde estariam caminhando e que em algum momento aquilo teria um fim “alcançável”. Para atravessá-las de um campo ao outro eles colocaram esses pequenos muros como meta a ser alcançada. Dai quando elas chegavam ao ponto esperado, o próximo passo era levá-las a outro pequeno muro e assim completou-se a missão que era quase impossível e  com sucesso.

Quantas vezes não agimos feito ovelhas?

Sem saber qual ponto chegar fica tudo muito complicado e mesmo confuso. Precisamos de pequenos muros como orientações e por que não trazer essa pesquisa da neurociência para o nosso dia a dia também?

Esta mesmo a fim de transformar um grande projeto em realidade?

Divida-o em pequenas metas alcançáveis, as quantifique e persista todos os dias neste seu trabalho. Quando você chegar até o seu “muro” verá que o segredo era apenas dar o primeiro passo, e que aquilo que parecia ser tão distante pode vir a ser realidade e nem era tão complicado assim.

 

Fonte: http://www.saiadolugar.com.br/