Dicas de Como Ser Empresário em Saltinho


Você Realmente Quer Ser Empresário?

Uma coisa é estar momentaneamente cansado do seu emprego formal e outra é realmente querer mudar a sua vida e abrir um negócio próprio. Portanto, é de fundamental importância se perguntar se você realmente quer e está preparado para ser um empresário, uma vez que esta decisão envolve muitas coisas que depois fica complicado de voltar atrás.

Tire um tempo para você pensar se vale à pena trocar o que se tem hoje pelo desafio de abrir uma empresa. Veja, ter seu próprio negócio não é sinônimo de trabalhar menos, pelo contrário, é muito comum os empresários, ainda mais no início, trabalharem mais tempo do que quando eram empregados.

Além disso, até que a empresa se estabilize no mercado, os lucros costumam ser baixos, o que acaba por resultar em uma diminuição do padrão de vida. É perfeitamente normal e costuma ser temporário.

Ser um empresário é algo que envolve muita coisa como, por exemplo, dedicação, empenho, tempo e também certa quantia em dinheiro, logo, não deve ser uma decisão impensada, pois do contrário pode render muitos transtornos, prejuízos e até mesmo problemas de fundo emocional e psicológico. Você não quer perder tudo que tem por “bobeira”, não é mesmo?

É preciso ter um propósito para ser um empresário, de nada adianta se “jogar no mercado” sem ter planejamento. Antes de qualquer coisa, é necessário que você tenha uma habilidade ou área de conhecimento que realmente goste e que possa ser transformada em um negócio lucrativo. Somente a partir daí será possível montar o passo a passo da empresa para torná-la bem sucedida.

Caso você opte por ser um empresário, o primeiro ponto para iniciar é fazer um estudo completo sobre as ideias de negócios, elaborando um plano de negócios, o qual deve contemplar detalhadamente as ideias.

Dificuldades em encontrar uma boa oportunidade? Veja agora mesmo nosso texto com diversas oportunidades de negócios.

Vantagens e Desvantagens de Ser Empresário

Em toda a decisão que tomamos nesta vida encontramos vantagens e desvantagens, principalmente no que diz respeito à área profissional. Em se tratando das vantagens de ser um empresário, esta é uma oportunidade de mudar a sua vida pessoal e financeira, podendo trabalhar com a atividade que realmente gosta e aumentar os seus lucros financeiros mensais.

Você irá trabalhar para si mesmo, ou seja, não irá sentir que está dando muito de si e seu trabalho, dedicação, esforço não estão sendo reconhecidos. Além disso, as possibilidades de ganho e expansão estão intimamente ligadas as suas decisões e não de terceiros.

Com relação às desvantagens, para ser empresário é necessário ter o máximo de dedicação, acompanhando desde os primeiros passos da empresa até o seu auge. Para que o negócio dê certo, o dono deve ser o primeiro a chegar e o último a sair, o que implica em abrir mão de muitos momentos da sua vida pessoal.

Por isso, empresários elencam que um dos pontos mais importantes é aprender a administrar bem seu tempo para obter sucesso.

Como Ser Um Micro Empresario

Ser um empresário é mais difícil do que parece. Na verdade, você precisará estudar muito e ter algumas habilidades, as quais se pode desenvolver. Além de ter um projeto que tem que ser muito bem estruturado para evitar ao máximo os possíveis erros. Acompanhe abaixo as dicas que criamos para você ser um empresário:

1- Tenha Uma Formação Acadêmica Relacionada a Ser Empresário

Bom, certamente você conhece alguns casos de pessoas que se deram bem como empresário mesmo sem ter ensino superior, não é mesmo? No entanto, estes casos são cada vez mais raros. Para aumentar as suas chances de ser um empresário bem sucedido obter uma formação acadêmica, que pode ser exatamente na área em que você deseja atuar ou em graduações gerais para administrar um negócio como, por exemplo, administração ou contabilidade.

Se você tem a ideia e todos os recursos necessários para montar o negócio e este é o melhor momento, mas você ainda não tem uma formação acadêmica? Neste caso, você pode iniciar a sua empresa, mas posteriormente fazer cursos de especialização para que seja possível unir a experiência e a teoria, uma vez que a união destes dois fatores te permite aumentar as chances de prosperidade das atividades desenvolvidas.

Veja, quando falamos em especializar-se, o ideal é que seja na área que você decidiu desenvolver o seu negócio. Você enfrentará concorrência, a qual, na maioria das vezes, conta com pessoas altamente especializadas, além de já estar consolidada no mercado, estável e obtendo rendimentos financeiros, podendo investir. Por isso, especializar-se e encontrar diferenciais para o seu negócio é de suma importância.

2- Desenvolva Habilidades Interpessoais Para Ser Empresário

Definitivamente, para ser um empresário de sucesso não basta ter apenas conhecimentos técnicos e específicos sobre a área de atuação do seu negócio, pois também é preciso ter habilidades interpessoais para que você tenha condições para se relacionar e negociar com as pessoas que estão envolvidas no seu negócio como, por exemplo, funcionários, fornecedores e possíveis investidores para potencializar as suas atividades no mercado.

Ter funcionários motivados é importante para qualquer ramo de negócio e um empresário precisa saber como fazer isso. Por isso, confira nosso texto com dicas para motivar seus funcionários. Lembre-se que funcionários motivados podem aumentar a sua produção sem gastos.

Levando isso em consideração, é recomendado fazer cursos para desenvolver as suas habilidades profissionais como palestras e treinamentos de Coaching, os quais possuem curta duração, mas que são bastante eficientes para lapidar os seus conhecimentos enquanto administrador e gestor de pessoas, possibilitando que você aprenda como se portar com as pessoas que farão parte do seu negócio, fazendo com que todas as partes saiam satisfeitas, principalmente a empresa.

3- Ter Uma Boa Ideia de Negócio é Fundamental Para Ser Empresário

Abrir um negócio próprio apenas pela mera vontade de mudar de profissão não é nada recomendado, pois é o primeiro passo para enfrentar inúmeros transtornos que irão te desanimar no meio do caminho. Para se tornar um empresário é preciso ter uma boa ideia de negócio com potencial para lhe render bons frutos.

Por isso, procure desenvolver uma ideia de negócio que esteja relacionada às suas habilidades, conhecimentos e experiências profissionais. Após decidir o ramo de atuação da empresa verifique as possibilidades de rendimento, demanda pelo serviço/produto e perspectivas de crescimento no futuro.

4- Busque Parcerias Com Outros Empresários

Raramente você encontrará uma profissão que seja possível “vencer” sozinho, e na carreira de empresário a regra não é diferente, pois é necessário contar com o auxílio de várias pessoas. Você não tem dinheiro o suficiente para abrir a sua empresa? Neste caso, pode-se tentar empréstimos ou financiamentos para o negócio ou um sócio, que possa contribuir financeiramente e também com as questões administrativas.

Desde o início da sua carreira como empresário é indicado buscar parcerias, tanto com pessoas físicas quanto pessoas jurídicas, negociando benefícios que compreendam todas as partes envolvidas na empresa. Por exemplo, se você montar uma empresa de esmalte, pode-se tentar buscar parcerias com salões de beleza ou demais lojas de cosméticos.

5- Gerenciar as Atividades e Calcular Riscos Faz Parte de Ser Empresário

O empresário tem grandes responsabilidades no seu dia a dia, entre elas está gerenciar as atividades que executa e que são realizadas pelos seus funcionários. Além de ter conhecimentos sobre as suas funções, o empresário também deve saber sobre as demais tarefas desenvolvidas na empresa, com isso conseguirá orientar os seus empregados, visando melhores resultados.

Outra responsabilidade do empresário é calcular riscos. Você precisará fazer um planejamento para cada novo projeto que será desenvolvido com projeções dos acertos e das possibilidades de erros, o que ajuda a criar estratégicas para se prevenir.

Percebeu que ser empresário é uma tarefa difícil? Realmente, pode ser uma ótima profissão, rentável, desafiadora e “libertadora”, mas prepare-se, exigirá muito de você e é preciso gostar do que está fazendo para conseguir seguir dia após dia lidando com as dificuldades e se orgulhando do trabalho bem feito.

Fonte: novonegocio.com.br

Calegari Contabilidade

Contabilidade em Saltinho

7 segredos para aumentar a lucratividade da empresa em Saltinho

Na teoria, aumentar a lucratividade da empresa pode garantir mais dinheiro disponível para usar em investimentos ou mesmo para dividir entre os responsáveis pelo negócio, certo? Na prática, entretanto, essa não é uma tarefa assim tão simples fácil. Afinal de contas, envolve tanto a relação com os consumidores como com a atuação na gestão empresarial. O que podemos adiantar é que entender melhor esse mecanismo faz toda a diferença! Por isso, acompanhe a seguir nossas 7 dicas que certamente vão ajudá-lo a elevar a lucratividade da empresa! Vamos lá?

Foque no que é importante

Já notou como muitas empresas operam oferecendo serviços excessivos ou processos que nem sempre estão ligados à sua atividade principal? Culpa da falta de foco. Da mesma forma, a avaliação excessiva do que a concorrência anda fazendo desvia a atenção do que realmente importa para o negócio. Culpa também da falta de foco. Em ambos os casos (e em tantos outros), o que verdadeiramente precisa ser feito pela empresa acaba sendo deixado em segundo plano. E a lição que pode ser tirada daí é simples: a gestão precisa manter o direcionamento, mesmo que para isso seja necessário fazer mudanças.

A Nokia é um exemplo de empresa que vendia muitos celulares e acabou se tornando ultrapassada com o crescimento de outras concorrentes do segmento, como a Samsung e a Apple. Posteriormente a essa perda de mercado, a empresa vendeu sua fatia relativa a celulares para a Microsoft. Com isso obteve, no último trimestre de 2015, um aumento de 54% nos lucros em relação ao mesmo período de 2014.

Estimule a liderança

Uma boa forma de aumentar a lucratividade consiste em estimular os gestores das equipes e a liderança global. Isso significa garantir que os times trabalhem de maneira integrada e sintonizada para que a empresa cresça e consiga se sobressair cada vez mais.

A Danone, uma das maiores empresas do mundo, começou a desenvolver, em 2008, um programa interno de liderança com o objetivo de capacitar funcionários para que pudessem assumir posições mais altas. A partir de 2016, a empresa espera construir seu caminho rumo a um aumento de receita de 5% até 2020, além de um crescimento na margem de lucro na faixa dos 2%.

Aposte em inovação

A inovação é outro caminho para aumentar os ganhos do seu negócio. Quando você investe em produtos e serviços novos ou que saem do óbvio, as pessoas tendem a enxergar maior valor agregado. Com isso, ficam mais dispostas a consumir. Além do mais, a melhor percepção do produto permite implementar um aumento de preço, consequentemente aumentando a lucratividade.

Além de ser a segunda maior empresa do mundo, a Apple é um exemplos e tanto de sucesso no ramo tecnológico. Ao lançar um produto de qualidade como o iPhone, ainda utilizando recursos pouco conhecidos na época, a companhia revolucionou o mercado e se tornou um ícone entre os consumidores fiéis da marca. Em 2015, por exemplo, já era responsável por deter 94% dos lucros da indústria de smartphones!

Invista em tecnologiacontabilidade

Especialmente em relação à gestão, é extremamente importante investir em tecnologia para conseguir melhores resultados. Cuidar da tomada de decisões e da administração financeira de maneira integrada, por exemplo, pode ajudar qualquer negócio a crescer. Da mesma forma, utilizar um CRM para gerir o relacionamento com os clientes ou uma solução de Big Data para coletar mais informações sobre o mercado são maneiras de usar a tecnologia a favor da lucratividade. Desse modo, os custos são reduzidos e os processos se tornam mais eficientes.

Diversifique a área de atuação

Diversificar a área de atuação significa aumentar a exposição da marca e, principalmente, expandir o público–alvo. Com um número maior de pessoas a serem alcançadas, naturalmente se tem mais oportunidades de venda e, assim, maiores chances de lucratividade. Para que isso se concretize, entretanto, é preciso avaliar muito bem o mercado e seu próprio negócio a fim de entender onde você se encaixa e como pode oferecer uma nova solução que gere lucro.

A IBM, por exemplo, quando decidiu expandir seu mercado, abriu uma agência de marketing digital que hoje é considerada uma das maiores do mundo. Como se não bastasse ajudar a empresa a se estabelecer no mercado digital como referência, o rendimento do empreendimento ainda é de quase 2 bilhões de dólares.

Adote a melhoria contínua

Estimular a melhoria contínua significa investir na qualidade e, portanto, em valor agregado para o produto. Por isso, ao adotar um programa de melhorias, você automaticamente aumenta as chances de vender mais e melhor, obviamente elevando a lucratividade da empresa. Um programa do tipo também ajuda a otimizar processos, reduzir desperdícios e custos em geral, o que aumenta a margem de lucro do negócio.

O Banco do Brasil, por exemplo, vem adotando um programa de melhoria contínua desde 1995, com o Programa da Qualidade. Em dezembro de 2015, os ativos do banco já ultrapassavam 1,5 trilhão de reais e o lucro em janeiro de 2016 já era 28% maior que no mesmo período do ano passado.

Reduza os custos operacionais

Como é de se imaginar, a diminuição nos gastos também pode ajudar significativamente a conquistar um preço mais competitivo no mercado, agregando valor e, portanto, gerando maior lucratividade para a empresa.

A Volvo, por exemplo, é uma das empresas que mais se beneficiou disso. Em 2014, o lucro ultrapassou o valor de 300 milhões de dólares. E esse aumento foi puxado tanto pelo aumento das vendas na Europa quanto pela redução nos custos de processos operacionais.

Como você pôde ver, para aumentar a lucratividade da empresa, é possível usar os métodos estabelecidos por grandes organizações no mercado. Essas estratégias consistem, basicamente, em aumentar o número de vendas e melhorar o valor agregado do produto, enquanto se busca reduzir os custos operacionais e adequar a gestão. Dessa forma, as vendas tendem a aumentar, assim como a margem de lucro, jogando os índices de lucratividade lá para cima!

Fonte: blog.netprofit.com.br

Calegari Contabilidade

Contabilidade em Saltinho

9 vantagens do empreendedor tecnológico em Saltinho

O empreendedor tecnológico é aquela pessoa que teve alguma ideia inovadora para criar, modificar ou ampliar algum negócio no setor de tecnologia e decidiu investir nessa ideia.

Quando nos referimos a área de empreendedorismo e inovação, devemos compreender que elas estão próximas, e que são excelentes ferramentas para o desenvolvimento e crescimento de uma empresa.

Com as inovações tecnológicas, as empresas tem a possibilidade de otimizar o seu trabalho, aproveitando o tempo e reduzindo gastos, isso independentemente do segmento dessa empresa.

É graças a esses empreendedores que a sociedade evolui constantemente, afinal, as descobertas científicas e a ascensão da tecnologia, são processos de aprimoramento provenientes desses idealizadores.

Realmente, com o surgimento do empreendedorismo tecnológicos, só ocorreram benefícios para todos, como veremos abaixo:

contabilidade

1. Inovação

Com as inovações tecnológicas originadas desse processo, as empresas puderam investir mais em seus determinados segmentos com custo reduzido.

São esses produtos inovadores, que fazem o mercado crescer e se desenvolver constantemente.

2. Atividade ampla

O empreendedor tecnológico, apesar de receber esse nome, é um empreendedor como outro qualquer, ou seja, ele pode implantar seu projeto e praticamente todos os segmentos, e se tornar uma pessoa muito bem sucedida.

Além disso, ele estará auxiliando a sociedade como um todo, levando seu conhecimento e suas ideias para todos aqueles que se interesse.

3.Independência financeira

Na maioria dos casos, quando uma pessoa decide tirar sua ideia do papel e empreender, ele está desempregada ou insatisfeita com sua posição atual dento da empresa que trabalha.

Quando se decide empreender, obviamente há os riscos, mas também os benefícios e certamente a independência financeira é um desses benefícios.

Nesse caso, chamamos atenção daqueles que empreendem ou pretendem empreender para um detalhe, invista em uma previdência privada para garantir seu futuro.

4.Liderança

O empreendedor tecnológico precisa ser um bom líder para que a empresa possa evoluir, pois um líder, essencialmente precisa orientar a realização de tarefas, determinar métodos e procedimentos, para dessa forma conduzir sua equipe para alcançar os objetivos almejados.

5. Persistência

Uma outra vantagem em ser um empreendedor tecnológico é que você aprende a ter diferentes percepções do ambiente empresarial, o que ajuda a enfrentar os desafios a partir de ideias transformadoras, de maneira rápida e eficiente.

6. Autoconfiança

A busca constante por melhorar sua qualidade de vida, faz com que muitas pessoas troquem seus empregos para investir na sua ideia. Para se tomar essa decisão é necessário muita autoconfiança, afinal, você estará assumindo diversos riscos.

Além disso, durante o desenvolvimento e crescimento da empresa, o empreendedor, precisa tomar decisões e acreditar que está fazendo o certo naquele momento. Todas essas atitudes giram em torno da autoconfiança.

7. Aproveitas as oportunidades

Quando uma pessoa se torna um empreendedor, ele aprende a buscar e aproveitar todas as oportunidades que aparecem em sua frente, pois ele sabe que seu sucesso depende desse comportamento dentro da empresa.

8. Competitividade

Com os avanços tecnológicos constantes, os empreendedores tecnológicos precisam trabalhar de maneira ágil, pois a competitividade é alta e diariamente algo novo aparece no mercado. Se esse empreendedor não inovar, pode perder outras oportunidades.

Por esse motivo, a inovação tecnológica precisa ser uma vantagem competitiva dentro do mercado.

9. Transformar o mundo

Um empreendedor tem a oportunidade de mudar o mundo, pois suas ideias trazem diariamente, novos produtos e serviços para o mercado e a sociedade os consome avidamente.

Fonte: canaldoensino.com.br

Calegari Contabilidade

Contabilidade em Saltinho

Como não deixar a crise abater seu negócio.

Quando se fala da atual crise econômica, logo enxergamos uma nuvem escura sobre os empreendedores e o pessimismo toma conta da situação. Certo?
Não, não é bem assim.

Com a crise, muitas pessoas tem buscado novos caminhos e tem ideias inovadoras para ter seu próprio negócio. Buscar a luz no fim do túnel mesmo e mostrar que crise também é oportunidade e é nela que muitos projetos bem sucedidos são iniciados.

No entanto, sabemos que muitos fatores influenciam para uma empresa ser atingida pela crise e manter-se ativa nesses tempos pode ser uma tarefa difícil. Por isso, mais importante do que ter uma energia empreendedora é ter foco, objetivos bem traçados e, principalmente, planejamento.

contabilidade

Aproveite para se fortalecer

Use esse cenário de crise como um laboratório, faça testes e busque dominar o seu negócio. Você pode aproveitar para conhecer ainda mais seu público e criar as melhores experiências que ele pode ter com seu produto ou serviço. É comum que muitas empresas pausem os investimentos e aguardem a “poeira abaixar”, por isso é uma ótima oportunidade para se fortalecer diante dos seus concorrentes.

Seja positivo

Assim como a economia é cíclica, devemos acreditar que a crise ou momentos difíceis também terminam.
“Manter a motivação é fácil quando tudo está bem. Quem tiver essa postura agora será reconhecido”, diz José Cláudio Securato, da Saint Paul, escola de negócios de São Paulo.
O cenário é difícil, mas ficar o tempo todo dizendo que vai dar errado, contamina o ambiente e aumenta o pessimismo, o que só prejudica a produtividade.
Pense no que pode ser feito para que as coisas melhorem, não o contrário.

Cabe uma redução de custos?

Se você não se preparou para esse momento e as contas não estão batendo por aí, uma redução de custos pode tirar você do sufoco.
Antes de sair dispensando funcionários e enfraquecer sua equipe, faça suas contas e analise o que pode ser reduzido ou alterado para diminuir seus gastos. Esse é o melhor caminho.
Uma simples ação de conscientização para economia de energia elétrica, por exemplo, já pode fazer uma grande diferença.

Preze pela comunicação interna

Deixar exposto seus objetivos, metas e também seus planos para reduzir gastos é uma ótima maneira de deixar todos da equipe bem alinhados com os objetivos da empresa.
Vou compartilhar um exemplo com você: Aqui no Granatum, empresa que mantém esse blog, o time é totalmente adepto a uma comunicação interna bem visual. Colar diversos cartazes e atribuir a visão para reforçar seus objetivos, pode ser muito eficaz. Que tal experimentar por aí?

Tenha organização financeira

Mais de 50% das empresas fecham por inadimplência e falta de capital de giro, o principal motivo disso é a falta de gestão financeira no dia-a-dia.
Saber a fundo o que acontece com o financeiro e ter o controle exato do que entra e sai no seu caixa é fundamental para se manter ativo em meio à crise.
Com suas movimentações financeiras organizadas e atualizadas você poderá analisar o fluxo de caixa e planejar suas próximas ações com mais segurança. E nada melhor do que ter o real controle da situação para se posicionar firme e forte diante da situação econômica que vivemos, não é mesmo?

Fonte: administradores.com.br

Calegari Contabilidade

Contabilidade em Saltinho

Como Empreender? Será que sou empreendedor?


Primeiramente vamos a definição de empreendedor e empreendedorismo, que por sua vez, existem várias.

Resumidamente, empreendedor para mim é aquele que busca resolver problemas de forma criativa e inovadora, que planeja, que realiza, que assume riscos e faz acontecer.

Existem características que nos ajudam a descobrir se temos uma veia empreendedora… mas não se preocupe se você não as tiver, pois o melhor de tudo é que elas podem ser desenvolvidas. Veja abaixo algumas delas:

  • desejo de realização;
  • possuir iniciativa e liderança;
  • planejador;
  • busca conhecimento;
  • ter foco;
  • ser determinado;
  • ser proativo;
  • ter visão de futuro;
  • ser criativo e inovador;
  • ser resiliente;
  • fazer acontecer.

contabilidade

“O empreendedor é apaixonado por uma ideia e corre atrás dela. Ele tem que ter brilho nos olhos e vontade de fazer, mesmo que seja a segunda, terceira, quarta iniciativa.” Pedro Passos, Natura

“Empreender é acreditar no seu sonho, fazer com que mais pessoas acreditem nele e transformar tudo isso num sonho de um monte de gente. Sozinho fica pequeno. Tem que ser em time.” Arnold Correia, SubWay

Hoje empreendedorismo é definido como uma ação criativa, ousada, de risco calculado, direcionada à criação de algo novo a fim de solucionar problemas. O empreendedorismo exige que busque conhecimento, tenha iniciativa, desenvolva habilidades necessárias ao enfrentamento das dificuldades, criatividade, muita coragem para enfrentar os obstáculos, energia para estar preparado e muita persistência para fazer acontecer e em alguns casos, realmente tornar o impossível possível.

O empreendedor precisa desenvolver certas características que determina a sua escala empreendedora, ou seja, quanto mais deste perfil você tem ou potencializa, mais terá um perfil empreendedor de sucesso. O empreendedor é criado através da combinação de habilidades que possui ou são adquiridas, e o quão empreendedor é depende do nível destas habilidades e competências. Quanto mais se trabalha para aumentar ou potencializar estas habilidades e competência, maior as suas chances de ser um empreendedor de sucesso.

Empreendedor Corporativo (intraempreendedor) é aquele que busca a inovação, solucionar problemas de forma criativa e possui muita iniciativa. É o funcionário que empreende novos projetos na empresa que trabalha. Existem vários profissionais dentro das organizações com perfil empreendedor, inclusive é o perfil que as empresas inovadoras mais estão buscando. Quando a empresa possui uma política que contribui ou incentiva este tipo de atividade, as chances é que estas pessoas se destaquem e façam realmente a diferença dentro da empresa, ao contrário, geralmente estarão frustradas, com o sentimento de que poderiam estar contribuindo mais e alcançando melhores resultados.

Empreendedor Startup (cria novos negócios que podem ser escalados rapidamente) está preocupado em criar novos negócios e empresas, totalmente inovadoras e que possam causar um impacto acelerado no mercado.

Empreendedor Social (empresas com missão social) possui o seu diferencial na motivação, que sempre tem cunho social. A preocupação do empreendedor social está no impacto social que irá gerar, quais os benefícios estará proporcionando, através de soluções eficientes e eficazes. Visa a melhoria da sociedade através dos seus projetos de desenvolvimento social e humano, ao contrário do que muitos pensam, não é como uma ONG (sem fins lucrativos), apenas não é o principal objetivo.

Empreendedor de Negócios é aquele que tem ou necessita ter um ou mais negócios. Pode estar empreendendo por opção ou por necessidade, mas possui as características de um empreendedor. Em alguns casos começa um negócio em paralelo, como plano B, e depois que o negócio cresce assume completamente, em outros casos, vai iniciando novos negócios simplesmente pelo prazer de inovar, de correr riscos e encontrar novas oportunidades, ou até mesmo, pode ter herdado uma empresa.

Os negócios podem ser pequenos, médios ou grandes. Importante não confundir com pessoas, que apenas abrem uma empresa e tentam gerencia-la. O empreendedor possui a característica de estar sempre atualizando, inovando, criando, está comprometido, preocupasse com o negócio e busca resultados.

O que vai diferenciar o empreendedor das outras pessoas é a sua maneira de perceber a mudança, lidar com as oportunidades e problemas, pois possui iniciativa que gera mudança no negócio, assume riscos calculados, gera valor para a sociedade e transforma sonhos em realidade. Para o empreendedor não existe barreiras e limites, procura tornar o impossível totalmente possível.

Saiba então que não é apenas ter idéias, você deve colocá-las em prática, independente se a ideia é sua ou não. Empreender é gerar valor, fazer acontecer, tornar possível, seja sozinho ou em grupo, seja em sua própria empresa ou trabalhando para uma. Para empreender só precisa realizar, sem prejuízos é claro.

Você pode ser um empreendedor, visto que suas habilidades são totalmente desenvolvidas e devem ser trabalhadas para melhoria contínua.

E se você errar, não fique lamentando, aprenda com o erro e siga em frente.

Então, foco e ação, rumo sua a transformação.

Vamos nessa!!!

Fonte: administradores.com.br

Calegari Contabilidade

Contabilidade em Saltinho