A contabilidade [na_cidade] e o seu perfil de liderança: PARTE 2

Na segunda parte da série de textos, conheça outros tipos de liderança que a contabilidade em Saltinho pode auxiliar a traçar

Como promessa é dívida, chegamos com o segundo texto dos artigos que irão falar sobre a série de perfis de lideranças em uma empresa e como esses perfis podem ser traçados através de serviços de contabilidade em Saltinho. Você, como líder de uma empresa, precisa estar focado em qual perfil de liderança se encaixa melhor à sua equipe de trabalho, sua empresa e o mercado, além de saber o que precisa ser mudado, o que pode agregar à sua empresa, passando diretamente pela sua postura, ou pela mudança dela. Confira, então, a segunda parte da série de artigos sobre o tema liderança e saiba como a contabilidade em Saltinho pode ser uma mão na roda nessa sua busca pela postura perfeita como líder.

Marcador de ritmo

O líder marcador de ritmo é o típico líder viciado em trabalho. Os americanos estão acostumados a usar o termo workaholic para se referir a esse tipo de liderança.

O lado positivo é que os líderes marcadores de ritmo tendem a ser motivadores de equipe, e caso gerem empatia em pessoas motivadas por retrospectos, resultados e cumprimento de metas, pode fechar uma equipe empenhada.

Já o lado negativo estão nos excessos, primeiramente o vício pelo desempenho que pode fazer com que o líder acumule horas a fio de trabalho, prejudicando-se em saúde e comprometendo a sua vida social, além da tendência de cobrar a mesma postura dos liderados, gerando conflitos.

É importante que a contabilidade em Saltinho, ao observar o mercado, os funcionários e o líder, tome medidas que evite a colisão de ideias entre o viciado por metas e resultados e o acomodado, achando um equilíbrio entre as partes, em prol da produtividade da empresa.

Paterno

Agregador, busca sempre o bom relacionamento entre cada um dos seus liderados, tratando-os como se fossem de sua própria família. Entende que a cooperação e o clima amistoso dentro do local de trabalho precisa ser valorizado acima de tudo, o que pode ser um erro, quando entendemos que os resultados definem as estratégias de ação.

Embora um bom ambiente seja benéfico para os resultados, uma pitada, na medida, de cobrança não faz mal para que os funcionários não se acomodem e busquem cada vez mais o seu melhor desempenho para com a empresa.

Geralmente, o líder paterno não sabe cobrar, pois tem uma concepção desconexa do feedback e mesmo sendo bastante humano e bem quisto não faz bem para a saúde dos resultados da empresa.

Vendo os benefícios do agregamento do líder paterno à equipe, cabe a contabilidade em Saltinho, ao indicar o perfil dos liderados, do mercado e da empresa de modo interno, busque traçar estratégias para que o líder paterno venha munir a sua inteligência pessoal com os métodos estratégicos, sendo o líder da empresa sem deixar de ser o amigo da galera.

Treinador

Assim como líder de postura mais paterna, o líder treinador tende também a prezar majoritariamente o relacionamento pessoal, mas, no seu caso, o intuito é visando o desenvolvimento pessoal do liderado.

O líder com características de professor e treinador, geralmente é alguém que preza pelo autoconhecimento e tenta levar isso à sua equipe. Porém, o seu grande problema está em achar que todos os conflitos e obstáculos podem ser desenvolvidos com treinamento e capacitação, como se isso fosse um comprimido que remediasse todos os problemas da empresa, o que realmente pode acontecer, mas curando as dores num curto prazo e não tratando a doença crônica do determinado problema. Um pensamento que frisa a importância do treinamento é sempre bom para agregar em profissionalismo, mas em determinadas ocasiões não pode ser substituído pelo trato pessoal.

Cabe, então, a contabilidade em Saltinho, ao fazer a observação da postura do líder e dos seus liderados, buscar através do diálogo trazer a medida do treinamento e da pessoalidade para que o líder treinador rompa.

Como uma contabilidade [na_cidade] pode traçar o seu perfil de liderança – Parte 1

A contabilidade em Saltinho fornece dados estratégicos nos quais você pode concluir o seu perfil de liderança com os seus funcionários

Você sabe qual é o seu perfil como líder? Saiba, a contabilidade em Saltinho pode responder essa pergunta melhor do que você. Claro que saber o seu perfil de liderança passa exatamente pelo autoconhecimento, mas a contabilidade em Saltinho trabalha com dados estratégicos que, além de falar muito sobre a sua empresa, falará muito sobre a sua liderança.

O resultado da sua empresa e a postura dos seus funcionários contribuem muito para que a contabilidade em Saltinho mostre a sua identidade como líder e as posturas que precisam ser tomadas em determinadas situações.

Costumam dizer que contra fatos não há argumentos, e na realidade dos números os fatos estão nos dados, e ninguém trabalha melhor com esses números do que uma contabilidade em Saltinho.

A contabilidade em Saltinho, antes de tudo, traçará alguns modelos de liderança. Na prática, cada modelo se encaixa melhor em determinados tipos de trabalho, e, é claro, que todos têm seu bônus e ônus.

Esse artigo vai, então, mostrar alguns estilos de liderança que a contabilidade em Saltinho pode traçar. Mas, fique atento, pois como são vários perfis, esse artigo será o primeiro de dois.

O Chefe

Nesse artigo você verá muitos exemplos de líderes, que conceituam suas ações em ser cooperativo com os seus funcionários, porém, iniciamos o texto com a tradicional figura do chefe. O clássico mandão e autoritário de forma gratuita, que não representa a ideia de chefia na prática majoritária, mas, sim, reflete a caricatura do chefe turrão.

No fundo, no fundo, a postura do chefe é uma crosta que ele usa para se defender das ameaças do seu cargo.

Devido a sua postura, os chefes dificilmente ganham os funcionários para si, partindo da tradicional linha tênue entre o medo e o respeito. Com uma postura agressiva verbalmente, o chefe tende a ser mais temido do que respeitado.

Se podemos enxergar algum benefício no chefe turrão, é que ele será soberano em suas decisões, já que terá poucas objeções. Porém, o benefício é individual, que reflete o próprio individualismo do chefe clássico que ignora completamente o senso coletivo da empresa.

Líder democrático

É o oposto do chefe clássico. O líder democrático, no geral, é carismático. O modelo do boa praça, que quer trazer a sua equipe para perto de si no projeto e demostra clara confiança aos seus liderados.

O líder democrático busca integrar a equipe na resolução dos problemas, onde quer sempre ser uma ponte facilitadora entre problema e solução.

Como em toda democracia, o líder democrático zela pela opinião geral, o consenso e agregar a boa vontade de todos. Geralmente, os líderes democráticos agregam ideais para si e trazem a sua equipe junto a esses ideais.

O ponto a ser trabalhado pela liderança democrática é a indecisão. Muitas vezes o agradar a todos acaba não agradando ninguém. Por isso, uma pitada de postura é sempre bom para que o líder democrático, na medida, assuma algumas broncas que são suas e de mais ninguém.

O autoritário

Por mais que pareça, tem uma diferença peculiar entre o autoritário o chefe: a motivação na autoridade. Enquanto o chefe é autoritário gratuitamente, para se sentir temido, o autoritário usa da autoridade para que as coisas fluam do seu jeito.

Geralmente, o autoritário é talentoso, mas não possui senso de equipe, não abrindo espaços para sugestões e feedbacks.

O grande benefício do líder autoritário é justamente a busca intensa pelos resultados. Então, por mais que o seu senso de equipe seja nulo no tratamento pessoal, para uma empresa muito mais focada em produtividade do que com as relações pessoas (o que não é o ideal a empresa alguma) o líder autoritário é muito bem visto.

Agora, no frigir dos ovos, quando não existe senso de equipe, a tendência é ter funcionários desmotivados, logo, embora o líder faça de tudo pelos resultados, sem a equipe correndo junto, a dificuldade no alcance dos resultados é muito maior.

Por um lado, o líder autoritário será movido por resultados e dentre todos os esforços possui grandes chances de gerar números positivos à empresa, porém, esses números serão conseguidos custe o que custar e pode custar caro para a gestão de pessoas, gerando uma rotatividade grande de funcionários, que podem se desgastar e deixar a empresa. Além de ter em sua equipe funcionários desmotivados e que pouco rendem, mesmo com a voracidade do líder em busca dos seus resultados.

Bem, ainda temos uma série de líderes para apresentar como o líder paternal, marcador de ritmo, treinador, centralizados, liberal etc. Acompanhe os nossos artigos e busque correndo uma contabilidade em Saltinho para traçar o perfil da sua liderança para que, se preciso for, você adeque a sua forma de trabalhar de acordo com a sua equipe, mercado e demais circunstâncias.

Como os serviços de contabilidade te ajudará a vender mesmo desmotivado?

Através dos serviços de contabilidade você conseguirá descobrir o que motiva a ambição às vendas da sua empresa

A crise financeira nacional se tornou um grande dificultador do mercado comercial brasileiro, mas se engana quem pensa que tudo é culpa da crise. O grande desafio entre as empresas atualmente é encontrar espaço para vencer em meio a uma concorrência tão intensa, já que muitas empresas têm perdido seus clientes e precisam ir à caça em busca de outros para não se prejudicar financeiramente. E é na hora da caça que entendemos que as vendas e os serviços de contabilidade andam lado a lado.

A sua empresa precisa se posicionar de forma relevante as demais, justamente para vender. Mas para vender, você e os seus funcionários precisarão estar alinhados aos serviços de contabilidade.

Posicionamento atual

Lembram daquele desenho “Corrida Maluca”? Então, a impressão que dá muitas vezes é essa quando olhamos para diversos segmentos de mercado. Várias empresas correndo, mas sem saber aonde querem chegar, e é aí que começa a desmotivação.

Quando se coloca muito esforço em algo que tende a não dar resultado, a tendência é que tanto a equipe quanto o departamento se desmotive com as negativas, o que respinga na produtividade da empresa.

Como mudar a postura

As coisas começam a mudar a partir do momento em que há uma união da gestão da empresa com os serviços de contabilidade, isso tudo porque é através desses serviços de contabilidade que estão armazenados toda a natureza de dados e estatísticas sobre a empresa. Esses dados vão direcionar melhor o entendimento da gestão quanto as falhas e aumentarão a assertividade em novas estratégias.

Os serviços de contabilidade farão, então, todo o mapeamento estratégico da empresa no momento atual, bem como as perspectivas futuras e momentos positivos do passado, para comparação. É nesse momento que a empresa começará dimensionar uma nova perspectiva, justamente quando buscar dentro dos momentos em que as coisas davam certo uma estratégia para que elas voltem a ser positivas, utilizando de mecanismos que deixaram de ser usados ou até mesmo adaptando-os temporalmente e dentro do material humano que se encontra.

Na montagem da estratégia, cada qual precisará ser montada em conformidade com cada detalhe, para buscar situações motivacionais que agreguem com a busca de resultados que a empresa procura.

No final, um balanço para a manutenção e a atualização constante de estratégias, bem como o olhar micro e macro dentro da sua empresa, visando entre o coletivo e o individual, mas passando também pelo departamental, é muito importante para o sucesso da empresa.

Conclusão

As vendas tendem a ter o fator motivacional totalmente interligado, mas motivar não é função tão fácil como se parece, cabe a gestão da empresa pensar em estratégicas que conversem com a parte técnica, afinal, contra fatos não há argumentos e no mundo empresarial os fatos são comprovados através de número, fator intensamente trabalhado pelos serviços de contabilidade.

Assessoria Contábil: como investir nesse no mundo online

Vender pela internet é o grande filão do momento, mas você precisa estar bem atento no que fará. Confira essa assessoria contábil que, assim como a tendência, é digital

Atualmente, muita gente têm investido no mundo e-commerce, ou seja, vendas pela internet. Para se ter uma noção, segundo a Assessoria Brasileira do Comércio Eletrônico esse setor cresceu 12% em 2017, movimentando aproximadamente 60 bilhões de reais. Desta forma, o nosso intuito com esse artigo é justamente promover uma assessoria contábil sobre o tema nos mesmos moldes, online. Afinal, muita gente acha que por saber usar a Internet, fazer compras virtuais etc, também pode abrir uma empresa virtual em qualquer momento, o que não é bem assim.

  • Sim, vale a pena

Apostar no mundo digital vale a pena, mas, sempre tem um mas. Só o fato de você apostar no universo digital não é garantia de sucesso, mas, sim, é necessário um bom planejamento por trás, no qual será trabalhado de forma semelhante a empresa física com foco na eficácia do atendimento e na entrega, que no caso dos negócios físicos são instantâneos e no case virtual precisará se alinhar a uma logística. Em todos os casos, é muito importante passar, antes de tudo, por um processo de assessoria contábil para enquadrar o seu projeto a sua realidade financeira.

  • Dá pra se ter um negócio virtual mesmo sem conhecer de TI

Conhecer sobre programação não é fator fundamental para se ter uma empresa virtual, isso porque dificilmente você terá que desprender o seu tempo programando. É importante que você tenha por trás do projeto uma assessoria contábil, que justamente vai te pontuar se é melhor terceirizar esse departamento de programação ou se é melhor que a empresa tenha o próprio, até para evitar transtornos e ter o departamento sempre disponível ao suporte.

Mas uma coisa que é muito boa de ser separada é o negócio virtual sendo um negócio exclusivamente virtual ou ele sendo uma extensão de algum negócio físico. Em todos os casos, você precisará passar por uma assessoria contábil antes de colocar qualquer projeto em ação.

  • As relações entre o físico e o online

Uma coisa em comum entre o ambiente físico e o online é que em ambos o cliente que entra na sua loja ou site quer ter uma boa primeira impressão. No que tange ao mundo físico, se trata da organização da loja e do atendimento ao cliente, já no mundo virtual refere-se a um design atrativo e um suporte efetivo.

A grande diferença é a forma de divulgação, já que no universo virtual temos a relação entre mecanismos de busca e divulgação em redes sociais que precisam ser bem trabalhadas para gerar acessos e consequentes compras, enquanto no mundo físico outras estratégias e meios de comunicação são determinantes no processo de expansão da marca.

Em todos os casos, independentemente da popularização do e-commerce no mundo todo, o negócio dificilmente terá sucesso se não passar por uma logística bem estruturada. E essa logística passa totalmente pela parte financeira, logo, uma assessoria contábil adequará seus recursos ao projeto.

Saiba como uma contabilidade [na_cidade] pode te ajudar a abrir o seu negócio

Através da consultoria com a contabilidade em Saltinho você terá as estratégias necessárias para superar o tempo médio das empresas no Brasil

Como tudo na vida, o planejamento é o primeiro passo antes de tomar qualquer atitude, e no campo empresarial não é diferente. Entretanto, quando se trata de planejamento empresarial um grande braço de auxílio é a contabilidade em Saltinho.

De acordo com a Pesquisa de Sobrevivência das Empresas do Brasil realizada em 2016 pelo SEBRAE, a média de sobrevivência das empresas brasileiras é de 77%. Mesmo assim, segundo a Global Entrepreneurship Monitor (GEM) o Brasil ainda é um dos países do mundo que mais empreende. Claro que ultimamente o número de empreendedores, principalmente individuais (os chamados MEIs), têm crescido por conta da crise financeira, já que empreender a cada dia tem se tornado uma opção para aqueles que não têm perspectiva de encontrar um emprego CLT.

Mas engana-se quem acha que o empreendedor está suave, fará seu horário e terá uma gama de funcionários trabalhando para si. Isso é uma ilusão. O chefe geralmente é o primeiro a chegar e o último a sair, dono de todas as responsabilidades e que precisa ter sob o seu domínio todo o planejamento da empresa. E é por isso que o auxílio da contabilidade em Saltinho é fundamental para a saúde do negócio.

Veja a seguir, dicas importantes para que você venha a buscar na contabilidade em Saltinho um apoio para abrir o seu negócio da forma correta.

Plano de negócios

É importante que o passo a passo da sua empresa seja estipulado para reduzir os riscos da abertura. É nesse momento que a contabilidade em Saltinho irá destrinchar o segmento do negócio, o que a empresa vai oferecer, o capital, o faturamento e a estimativa prévia de lucro.

Capital

Entende-se como capital, todo o valor aplicado ao projeto (de tempo, dinheiro e recursos em geral). Esse valor pode ser aplicado por terceiros (investidores), mas para isso o projeto da empresa precisará estar clarividente e esse traçado financeiro tende a ser construído adequadamente pela contabilidade em Saltinho.

Pró-labore

Todos os meses será tributado um valor aos proprietários da empresa, esse valor está ligado diretamente ao Importo de Renda e a contribuição à Previdência.

Concorrência

Tão importante quanto você conhecer a sua empresa é você conhecer a sua concorrência e, para isso, a contabilidade em Saltinho precisará fazer um traçado de mercado onde os pontos fortes e fracos dos seus concorrentes é muito relevante.

Publicidade

Nos dias atuais, os mecanismos de publicidade ficaram mais intensos por meio da era digital, mas isso não significa que a questão da divulgação está resolvida. A contabilidade em Saltinho irá observar o seu público-alvo de modo geral para saber onde você depositará os esforços da sua divulgação, até porque o erro de divulgação significa falha de gestão.