6 conselhos para se tornar um bom empreendedor ao abrir uma empresa

Separamos uma série de auxílios para que você, ao abrir uma empresa, venha ter muito sucesso em cada uma das etapas e se destaque como empreendedor

A democratização do empreendedorismo em tempos de crise financeira, têm seus bônus e ônus. O bônus é a própria democratização, dando acesso a muitas pessoas colocarem em prática ideias outrora esquecidas na caixinha. Por outro lado, a democratização fez com que houvesse a banalização do empreendedorismo, com muitas pessoas tomando a atitude de abrir uma empresa, mas desistindo no meio do caminho ou não tendo sucesso, por falta de planejamento ou por estar em busca de uma fórmula mágica para empreender.

Por isso, não desejamos vender esse artigo como uma receita de bolo, mas, sim, dentro da nossa experiência de mercado, ao trabalhar lado a lado do setor estratégico de diversas empresas, fornecer dicas práticas, simples, mas que fazem toda a diferença na hora de alinhar administrativamente o seu negócio ou até mesmo abrir a sua empresa.

Só para se ter uma ideia, muitas pessoas têm o desejo de empreender, mas se esquece do ponto básico e principal do empreendedorismo, que é abrir uma empresa. Então, para que você abra uma empresa e, aí sim, venha ter sucesso como empreendedor, o convidamos a acompanhar esse artigo do início ao fim.

1. Fique ligado nos seus hábitos

A questão dos hábitos são bastante relativas, porque passa muito por juízo de valores. Se trouxéssemos aqui alguns hábitos como regra básica para todo e qualquer empreendedor, estaríamos nos contradizendo a fala de que não existe receita de bolo para empreender. Porém, alguns bons hábitos são universais como a pontualidade, o foco no trabalho, a disciplina, o cumprimento de prazos etc. Claro que a lista não para por aí, mas as demais ações passam diretamente pelo universo pessoal do empreendedor. Uma dica de leitura é o best seller “O Poder do Hábito” do repórter investigativo do mais importante jornal do Planeta, o “The New York Times”, Charles Duhhig, no livro ele fala sobre o fato de que um hábito é construído se repetido 21 dias consecutivos, sem pausas ou interrupções em meio ao processo.

2. Esvazie a mente

Viver totalmente para o trabalho, até em momentos de relativo descanso pessoal, é muito prejudicial a saúde. Faça uma avaliação pessoal e veja aquilo que te faz relaxar, seja um esporte, um jogo, um hábito, como ir ao cinema, a praia, ou até mesmo apenas estar com a família. Tire o tempo necessário de sono diário e mantenha o corpo e a mente devidamente descansados.

3. Fique ligado no mercado

É essencial que você não conheça apenas a sua empresa, mas, sim, todo o mercado, ou seja, o perfil dos seus clientes, das empresas concorrentes, e até mesmo o produto ou serviço oferecido, conhecendo tudo o que passa por trás da forma em que ele é ofertado nos dias atuais, tanto nas suas características de produção, quanto na história da sua venda. Quando você abre uma empresa, o seu olhar como empreendedor precisa se expandir, e não o contrário. Utilize-se, então, do  fato de abrir uma empresa como fator para que você amplie os seus horizontes como empreendedor.

4. Valorize a mentoria

Sempre tenha pessoas para te ajudar e sempre esteja atrás de auxílio profissional, seja através de coachs, grupos de mentoria ou até mesmo de amizades relevantes no mundo dos negócios. Valorize os conselhos de pessoas que estão ao seu lado, mas faça uma pasta na sua mente dos conselhos e palavras que vão te crescer por meio de uma observação mais técnica ou mais pessoal.

5. Cuide da sua saúde

A tendência é que ao abrir uma empresa, você fique mais estressado que o normal. O que é natural, pois já diria Tio Ben Parker: “Grandes problemas geram grandes responsabilidades”. Esteja sempre de bem consigo, para isso, não se deixe levar por hábitos pouco saudáveis, como as comidas rápidas que a sua vida corrida irá te oferecer. Além disso, preocupe-se com a sua saúde mental e quebre o preconceito sobre o tratamento psicológico, que não é, como muitos pensam e bradam erroneamente por aí, coisa de louco, mas que faz parte do estudo da psiquê humana.

6. Abra os ouvidos

Saber ouvir, independentemente de quem falar, é um demonstração de humildade. Porém, sempre coloque um filtro, separando os feedbacks pessoais dos que vão agregar de forma técnica a sua empresa.