Explore a fidelização dos clientes em sua escola

O processo de fidelização dos clientes é fruto de um pós-venda muito bem trabalhado

Quando a maré não está pra peixe é bom que você faça um bom pescado com o que já tem. No mundo empresarial, isso significa fidelizar os seus clientes. Enquanto novos clientes para a sua empresa está difícil de se chover na hora, vender mais e mais produtos para os seus clientes fiéis é fruto de um pós-venda qualificado e bem planejado por parte da sua empresa.

Claro que, em época de recessão, o poderio de compra dos clientes diminui bastante. Cabe, então, a empresa aumentar o seu poder de negociação e fazer com que o seu cliente fiel garanta o ticket médio da empresa e mantenha a sua empresa no azul, num momento de explosão de empresas no vermelho.

Os números não mentem

Apenas 5% de retenção de clientes gera na casa de 25 a 75% de lucro, segundo pesquisas realizadas por Fred Reichheld, criador do Net Promoter Score – por sinal, a Net Promoter Score é um índice que mede a lealdade do cliente.

Por meio da fidelização, os seus clientes fieis passam a ser promotores da sua empresa em tempos sombrios de negociação, pois manterão a sua fluência e ainda promoverão a sua empresa a amigos e pessoas conhecidas. Ter clientes promotores é a representação de que a sua empresa está no caminho certo, pois pesquisas afirmam que empresas com clientes promotores estão em 80% do caminho certo para a excelência em seu atendimento.

Como fidelizar clientes

É nesse momento que entra o pós-vendas. O pós-venda nada mais é do que o pré-venda da venda seguinte. Pelo menos essa é a forma mais simples de se definir esse tipo de serviço.

A pós-venda é tão importante do que a primeira venda, até porque ela é uma venda nova, mas para o mesmo cliente. A diferença é que, no caso do pós-venda, não jogamos uma primeira impressão, mas jogamos com a decepção, caso algo dê errado.

Todo empreendedor precisa entender que a venda não se encerra no aperto de mãos e fechamento do negócio, mas, sim, que é ali que inicia-se o relacionamento com o cliente e, portanto, o processo de fidelização.

É quando o negócio é fechado que o relacionamento entre empresa e cliente se torna mais relacional, pois é a partir dali que vocês terão pontos em comum, o serviço prestado. É na hora desse relacionamento que cabe o seu pós-venda e é esse pós venda que garantirá a fidelização com o seu cliente. Um bom suporte, um atendimento atencioso e muita disposição em ajudar é meio caminho andado para fidelizar o seu cliente.

Saiba, tão importante quanto a efetivação de uma venda é o retorno do seu cliente, pois o serviço que você faz, outras empresas podem fazer. Mas, quando você gera empatia com o seu cliente, a tendência é que ele sempre retorne.

A fidelização e a aproximação caminham juntas

A fidelização passa pelo processo de aproximação entre empresa e cliente. E esse processo, para não ser invasivo, precisa acontecer com o negócio já fechado, sendo exclusivo da fidelização e, não, da venda. Passar segurança à sua empresa nesse momento é de fundamental importância, pois garantirá que ele fez a escolha certa.

Para que a sua empresa venha ser forte no pós-venda, é importante que tenha uma equipe especializada nesse sentido, se possível. Pessoas capacitadas e treinadas para focar na retenção de clientes e feedbacks.

Conclusão

A imagem positiva da sua empresa está em cases de sucesso. Como num slogan, cliente satisfeito satisfaz, também, a empresa. Isso porque a medida que a imagem da sua empresa estiver atrelada com resultados reais, as demandas tendem a aumentar conjuntamente. Isso além de que a fidelização do seu cliente representa boas indicações de leads qualificados e garantia da movimentação financeira da empresa sempre girando, mesmo quando a roda gigante do mercado estiver emperrada.