BPO Financeiro é uma boa solução: vantagens e ganhos reais!

Terceirização de processos de negócios, ou BPO, é a prática de contratar um terceiro para cuidar de processos de trabalho específicos para o seu negócio.
Isso pode incluir coisas como o conteúdo do seu site, sua folha de pagamento, contabilidade, suporte ao cliente, marketing de mídia social e muito mais.

O BPO é usado para cuidar de funções comerciais suplementares. Não de funções comerciais principais.

Portanto, da mais jovem das startups às maiores empresas, empresas de todas as formas e tamanhos terceirizam processos.

Por fim, a demanda continua a crescer à medida que novos serviços são introduzidos no mercado e as empresas estão constantemente procurando vantagens para ajudá-las a ficar à frente da concorrência.

 

OS TIPOS DE BPO

O BPO geralmente é classificado como front office ou back office, dependendo do tipo de processo de negócios que cuida.

FRONT OFFICE

Estas são tarefas voltadas para o cliente, como atendimento e suporte ao cliente, marketing e vendas.

BACK OFFICE

Estes também são conhecidos como funções comerciais internas. São tarefas associadas a manter um negócio operacional, mas são coisas que os clientes não veem.

A indústria de BPO é classificada em três categorias, com base na localização do fornecedor:

  • Terceirização Offshore: Esses fornecedores estão fora do próprio país de uma empresa.
  • Em seguida, terceirização Nearshore: Estes são fornecedores localizados em um país vizinho.
  • Por fim, terceirização Onshore: Refere-se a fornecedores que estão no mesmo país de origem que a empresa contratada. No entanto, eles podem estar localizados em diferentes estados ou cidades.

BPO CLASSIFICADO PELOS TIPOS DE SERVIÇOS

Você também pode ver o BPO classificado pelos tipos de serviços de BPO fornecidos. Essas classificações são:

  • Terceirização de processos de conhecimento ou KPO: O provedor de serviços terceirizado não é contratado apenas por sua capacidade de lidar com uma determinada função ou processo de negócios. Por outro lado, eles também são contratados para fornecer experiência sobre isso.
  • Terceirização de processos legais ou LPO: Este é um tipo de KPO específico para serviços jurídicos. Portanto, isso pode incluir qualquer coisa, desde a elaboração de documentos legais até a oferta de aconselhamento jurídico.
  • Terceirização de processo de pesquisa ou RPO: Este é outro tipo de KPO específico para pesquisa e análise. Portanto, agências de marketing, empresas de biotecnologia e empresas de investimento geralmente usam RPO para pesquisa de mercado.

O QUE PODE SER TERCEIRIZADO ATRAVÉS DO BPO?

Muitas das coisas que você pode lidar internamente, você também pode terceirizar. Alguns dos processos terceirizados mais comuns incluem:

1.ATENDIMENTO AO CLIENTE

Roteando chamadas para um call center ou tickets de help desk para uma equipe de suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana. Portanto, o objetivo é fornecer uma experiência consistente e forte ao cliente.

2. RECURSOS HUMANOS

Integração de funcionários ao sistema da empresa para obter benefícios, etc. Por outro lado, algumas empresas podem até terceirizar encontrar pessoas para preencher cargos para recrutadores.

3. CONTABILIDADE DA EMPRESA

Isso lida com as finanças de uma empresa.

4. AQUISIÇÕES

Em seguida, aquisição. Isso lida com ajudar uma empresa a ter acesso aos produtos e serviços de que precisa para operar.

5. MARKETING ONLINE E MÍDIAS SOCIAIS

Isso apoia os esforços de marketing e crescimento de uma empresa.

VANTAGENS DO BPO

As empresas optam por terceirizar processos por vários motivos. Algumas pessoas optam por acreditar que as empresas terceirizam apenas para o benefício fiscal, mas essa não é a única razão.
Em seguida, a terceirização reduz os custos para a mão de obra. Reduz os custos de espaço de escritório porque a empresa não precisa acomodar os funcionários.

Também significa que as empresas podem usar modelos de custo variável em vez de modelos de custo fixo que são necessários quando os funcionários fazem parte do plano.

Ao terceirizar, as empresas podem concentrar seus recursos nas principais funções de negócios. Elas não terão que se estressar com o quão bem o contador está fazendo seu trabalho. Em vez disso, elas podem se concentrar em tarefas que as diferenciam da concorrência.

Eles podem concentrar esforços no crescimento do negócio. Então, esses esforços acabam aumentando a vantagem competitiva da empresa e melhorando as ações em toda a cadeia de valor.
Por fim, concentrar-se apenas nas principais funções de negócios melhora a satisfação do cliente e aumenta o lucro.

BPO Financeiro é uma boa solução: vantagens e ganhos reais!

Terceirização de processos de negócios, ou BPO, é a prática de contratar um terceiro para cuidar de processos de trabalho específicos para o seu negócio.
Isso pode incluir coisas como o conteúdo do seu site, sua folha de pagamento, contabilidade, suporte ao cliente, marketing de mídia social e muito mais.

O BPO é usado para cuidar de funções comerciais suplementares. Não de funções comerciais principais.

Portanto, da mais jovem das startups às maiores empresas, empresas de todas as formas e tamanhos terceirizam processos.

Por fim, a demanda continua a crescer à medida que novos serviços são introduzidos no mercado e as empresas estão constantemente procurando vantagens para ajudá-las a ficar à frente da concorrência.

 

OS TIPOS DE BPO

O BPO geralmente é classificado como front office ou back office, dependendo do tipo de processo de negócios que cuida.

FRONT OFFICE

Estas são tarefas voltadas para o cliente, como atendimento e suporte ao cliente, marketing e vendas.

BACK OFFICE

Estes também são conhecidos como funções comerciais internas. São tarefas associadas a manter um negócio operacional, mas são coisas que os clientes não veem.

A indústria de BPO é classificada em três categorias, com base na localização do fornecedor:

  • Terceirização Offshore: Esses fornecedores estão fora do próprio país de uma empresa.
  • Em seguida, terceirização Nearshore: Estes são fornecedores localizados em um país vizinho.
  • Por fim, terceirização Onshore: Refere-se a fornecedores que estão no mesmo país de origem que a empresa contratada. No entanto, eles podem estar localizados em diferentes estados ou cidades.

BPO CLASSIFICADO PELOS TIPOS DE SERVIÇOS

Você também pode ver o BPO classificado pelos tipos de serviços de BPO fornecidos. Essas classificações são:

  • Terceirização de processos de conhecimento ou KPO: O provedor de serviços terceirizado não é contratado apenas por sua capacidade de lidar com uma determinada função ou processo de negócios. Por outro lado, eles também são contratados para fornecer experiência sobre isso.
  • Terceirização de processos legais ou LPO: Este é um tipo de KPO específico para serviços jurídicos. Portanto, isso pode incluir qualquer coisa, desde a elaboração de documentos legais até a oferta de aconselhamento jurídico.
  • Terceirização de processo de pesquisa ou RPO: Este é outro tipo de KPO específico para pesquisa e análise. Portanto, agências de marketing, empresas de biotecnologia e empresas de investimento geralmente usam RPO para pesquisa de mercado.

O QUE PODE SER TERCEIRIZADO ATRAVÉS DO BPO?

Muitas das coisas que você pode lidar internamente, você também pode terceirizar. Alguns dos processos terceirizados mais comuns incluem:

1.ATENDIMENTO AO CLIENTE

Roteando chamadas para um call center ou tickets de help desk para uma equipe de suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana. Portanto, o objetivo é fornecer uma experiência consistente e forte ao cliente.

2. RECURSOS HUMANOS

Integração de funcionários ao sistema da empresa para obter benefícios, etc. Por outro lado, algumas empresas podem até terceirizar encontrar pessoas para preencher cargos para recrutadores.

3. CONTABILIDADE DA EMPRESA

Isso lida com as finanças de uma empresa.

4. AQUISIÇÕES

Em seguida, aquisição. Isso lida com ajudar uma empresa a ter acesso aos produtos e serviços de que precisa para operar.

5. MARKETING ONLINE E MÍDIAS SOCIAIS

Isso apoia os esforços de marketing e crescimento de uma empresa.

VANTAGENS DO BPO

As empresas optam por terceirizar processos por vários motivos. Algumas pessoas optam por acreditar que as empresas terceirizam apenas para o benefício fiscal, mas essa não é a única razão.
Em seguida, a terceirização reduz os custos para a mão de obra. Reduz os custos de espaço de escritório porque a empresa não precisa acomodar os funcionários.

Também significa que as empresas podem usar modelos de custo variável em vez de modelos de custo fixo que são necessários quando os funcionários fazem parte do plano.

Ao terceirizar, as empresas podem concentrar seus recursos nas principais funções de negócios. Elas não terão que se estressar com o quão bem o contador está fazendo seu trabalho. Em vez disso, elas podem se concentrar em tarefas que as diferenciam da concorrência.

Eles podem concentrar esforços no crescimento do negócio. Então, esses esforços acabam aumentando a vantagem competitiva da empresa e melhorando as ações em toda a cadeia de valor.
Por fim, concentrar-se apenas nas principais funções de negócios melhora a satisfação do cliente e aumenta o lucro.

Digitalização para crescer: o profissional liberal no mundo online

Se você tem um negócio, várias opções de digitalização já podem ter ocorrido a você.

E mesmo que você saiba que uma transformação digital é necessária para aumentar a produtividade e evitar ficar para trás dos concorrentes, é provável que ainda tenha dúvidas sobre sua profundidade.

Então, você quer saber algumas das vantagens que a digitalização pode lhe oferecer? Vamos ver algumas delas:

1. PRESENÇA DIGITAL

Esta é provavelmente a vantagem mais visível. A presença na Internet, por meio de ferramentas como lojas online, redes sociais, blogs, páginas corporativas, etc., multiplica a visibilidade da empresa e dos canais de vendas.

Por outro lado, para algumas empresas, essa presença é o foco de sua estratégia digital, e elas até mudaram seus negócios das formas tradicionais para o comércio on-line, com tudo o que isso implica.

2. A DIGITALIZAÇÃO PERMITE NOVOS CANAIS DE CONTATO COM O CLIENTE

Da mesma forma, a presença digital não apenas abre canais de vendas, mas também novas maneiras de se comunicar com os clientes. E-mail, aplicativos, redes sociais… hoje em dia, os clientes de qualquer empresa com presença digital têm várias maneiras de entrar em contato com a empresa.

Esta é outra maneira de aumentar as vendas, lealdade e fidelidade do cliente, mas também implica novas responsabilidades. E é por isso que fornecer serviços a todos esses novos canais de comunicação requer fazer as coisas direito.

3. A DIGITALIZAÇÃO COLOCA O CLIENTE NO CORAÇÃO DO UNIVERSO

Para algumas pessoas, será mais um inconveniente do que uma vantagem, mas não é!
A transformação digital envolve colocar o cliente no centro do negócio e, embora isso envolva trabalho e responsabilidade, também oferece vantagens significativas.

Um deles é descobrir suas opiniões. Contatos como os estabelecidos em redes sociais ou pesquisas de opinião e sites facilitam a tarefa sempre importante de descobrir o que os usuários pensam sobre nossos produtos ou serviços.

O outro é a necessidade constante de melhoria. A proximidade com o cliente implica essa responsabilidade. Ao mesmo tempo, todos os dias temos novos meios tecnológicos ao nosso alcance que nos oferecem novas opções para melhorar a experiência do cliente.

É verdade que às vezes custará esforço e investimento econômico, mas, agindo sabiamente, o resultado será o progresso do nosso serviço e da nossa empresa.

4. A DIGITALIZAÇÃO PERMITE A MELHOR TOMADA DE DECISÕES

A digitalização anda de mãos dadas com o gerenciamento de dados, dados são conhecimento e conhecimento leva a melhores decisões.

A digitalização dos negócios possibilita, como vimos nos parágrafos anteriores, ter contato contínuo com o cliente, e isso nos permite conhecê-lo melhor. Mas esse não é o ponto principal.
Algumas empresas vão mais longe e aplicam Big Data ao tomar todos os tipos de decisões que afetam quase todo o negócio (marketing, processo de produção, etc.).

5. AUMENTO DA PRODUTIVIDADE

Esta é provavelmente a coisa que mais lhe preocupa. Pense nisso. Você tem mais informações, o que lhe permite tomar melhores decisões, e ferramentas tecnológicas para facilitar seu trabalho.
Quando usada de forma inteligente, a digitalização dos negócios pode levar a um aumento significativo na produtividade e pode reduzir alguns custos. A tecnologia ajudou as empresas a melhorar nessas áreas ao longo dos anos. A digitalização também pode fazer isso.

6. INCENTIVA A INOVAÇÃO

A transformação digital nos força a agir. E assim que o movimento começar, a inércia tornará mais difícil parar.
A digitalização dos negócios geralmente leva a uma dinâmica de inovação que permite que ela esteja mais consciente das novas tendências e das possibilidades oferecidas pelas novas tecnologias.

Além disso, também pode ajudar a promover a inovação entre os membros da equipe (se eles puderem usá-la). A inovação não dependerá apenas da digitalização, mas também ajudará a alcançar isso.

7. FACILITA A COMUNICAÇÃO

Tanto através do alinhamento de metas quanto da abertura de novos canais de comunicação, a digitalização dos negócios melhora a comunicação interna.
Podemos observar isso tanto através do trabalho em equipe que será necessário para implementar medidas de transformação digital, quanto através de escolhas básicas como implementar um bate-papo interno.

8. MELHORA AS CONDIÇÕES DE TRABALHO

As possibilidades que a digitalização oferece em uma empresa abrangem muitas áreas, e uma delas é a melhoria das condições de trabalho. No entanto, novas opções de emprego, como horários de trabalho flexíveis ou teletrabalho, precisam do apoio da digitalização para poder realizá-las. Sem isso, seria muito mais difícil, ou mesmo impossível.

E, por outro lado, melhorar as condições de trabalho oferece múltiplos benefícios, não apenas para os funcionários, mas também para a empresa. Isso ajuda a diminuir a rotatividade de empregos e aumentar a retenção de talentos.
As novas gerações de trabalhadores (os chamados millennials) exigem digitalização em seus empregos. Se isso não for oferecido, provavelmente será muito menos interessante.
Por fim, a digitalização dos negócios nem sempre é um processo simples, mas pode trazer grandes benefícios. Além disso, o mercado força isso e a empresa que não o fizer provavelmente terá problemas em manter sua competitividade.

Digitalização para crescer: o profissional liberal no mundo online

Se você tem um negócio, várias opções de digitalização já podem ter ocorrido a você.

E mesmo que você saiba que uma transformação digital é necessária para aumentar a produtividade e evitar ficar para trás dos concorrentes, é provável que ainda tenha dúvidas sobre sua profundidade.

Então, você quer saber algumas das vantagens que a digitalização pode lhe oferecer? Vamos ver algumas delas:

1. PRESENÇA DIGITAL

Esta é provavelmente a vantagem mais visível. A presença na Internet, por meio de ferramentas como lojas online, redes sociais, blogs, páginas corporativas, etc., multiplica a visibilidade da empresa e dos canais de vendas.

Por outro lado, para algumas empresas, essa presença é o foco de sua estratégia digital, e elas até mudaram seus negócios das formas tradicionais para o comércio on-line, com tudo o que isso implica.

2. A DIGITALIZAÇÃO PERMITE NOVOS CANAIS DE CONTATO COM O CLIENTE

Da mesma forma, a presença digital não apenas abre canais de vendas, mas também novas maneiras de se comunicar com os clientes. E-mail, aplicativos, redes sociais… hoje em dia, os clientes de qualquer empresa com presença digital têm várias maneiras de entrar em contato com a empresa.

Esta é outra maneira de aumentar as vendas, lealdade e fidelidade do cliente, mas também implica novas responsabilidades. E é por isso que fornecer serviços a todos esses novos canais de comunicação requer fazer as coisas direito.

3. A DIGITALIZAÇÃO COLOCA O CLIENTE NO CORAÇÃO DO UNIVERSO

Para algumas pessoas, será mais um inconveniente do que uma vantagem, mas não é!
A transformação digital envolve colocar o cliente no centro do negócio e, embora isso envolva trabalho e responsabilidade, também oferece vantagens significativas.

Um deles é descobrir suas opiniões. Contatos como os estabelecidos em redes sociais ou pesquisas de opinião e sites facilitam a tarefa sempre importante de descobrir o que os usuários pensam sobre nossos produtos ou serviços.

O outro é a necessidade constante de melhoria. A proximidade com o cliente implica essa responsabilidade. Ao mesmo tempo, todos os dias temos novos meios tecnológicos ao nosso alcance que nos oferecem novas opções para melhorar a experiência do cliente.

É verdade que às vezes custará esforço e investimento econômico, mas, agindo sabiamente, o resultado será o progresso do nosso serviço e da nossa empresa.

4. A DIGITALIZAÇÃO PERMITE A MELHOR TOMADA DE DECISÕES

A digitalização anda de mãos dadas com o gerenciamento de dados, dados são conhecimento e conhecimento leva a melhores decisões.

A digitalização dos negócios possibilita, como vimos nos parágrafos anteriores, ter contato contínuo com o cliente, e isso nos permite conhecê-lo melhor. Mas esse não é o ponto principal.
Algumas empresas vão mais longe e aplicam Big Data ao tomar todos os tipos de decisões que afetam quase todo o negócio (marketing, processo de produção, etc.).

5. AUMENTO DA PRODUTIVIDADE

Esta é provavelmente a coisa que mais lhe preocupa. Pense nisso. Você tem mais informações, o que lhe permite tomar melhores decisões, e ferramentas tecnológicas para facilitar seu trabalho.
Quando usada de forma inteligente, a digitalização dos negócios pode levar a um aumento significativo na produtividade e pode reduzir alguns custos. A tecnologia ajudou as empresas a melhorar nessas áreas ao longo dos anos. A digitalização também pode fazer isso.

6. INCENTIVA A INOVAÇÃO

A transformação digital nos força a agir. E assim que o movimento começar, a inércia tornará mais difícil parar.
A digitalização dos negócios geralmente leva a uma dinâmica de inovação que permite que ela esteja mais consciente das novas tendências e das possibilidades oferecidas pelas novas tecnologias.

Além disso, também pode ajudar a promover a inovação entre os membros da equipe (se eles puderem usá-la). A inovação não dependerá apenas da digitalização, mas também ajudará a alcançar isso.

7. FACILITA A COMUNICAÇÃO

Tanto através do alinhamento de metas quanto da abertura de novos canais de comunicação, a digitalização dos negócios melhora a comunicação interna.
Podemos observar isso tanto através do trabalho em equipe que será necessário para implementar medidas de transformação digital, quanto através de escolhas básicas como implementar um bate-papo interno.

8. MELHORA AS CONDIÇÕES DE TRABALHO

As possibilidades que a digitalização oferece em uma empresa abrangem muitas áreas, e uma delas é a melhoria das condições de trabalho. No entanto, novas opções de emprego, como horários de trabalho flexíveis ou teletrabalho, precisam do apoio da digitalização para poder realizá-las. Sem isso, seria muito mais difícil, ou mesmo impossível.

E, por outro lado, melhorar as condições de trabalho oferece múltiplos benefícios, não apenas para os funcionários, mas também para a empresa. Isso ajuda a diminuir a rotatividade de empregos e aumentar a retenção de talentos.
As novas gerações de trabalhadores (os chamados millennials) exigem digitalização em seus empregos. Se isso não for oferecido, provavelmente será muito menos interessante.
Por fim, a digitalização dos negócios nem sempre é um processo simples, mas pode trazer grandes benefícios. Além disso, o mercado força isso e a empresa que não o fizer provavelmente terá problemas em manter sua competitividade.

Planejamento para abertura de empresa: o que é necessário e como montar um projeto

O plano de negócios é um documento reconhecido que descreve os resultados de sua pesquisa, análise e planejamento, e aponta como sua empresa será configurada e administrada.
Mas dependendo do público-alvo, pode não ser suficientemente detalhado para auxiliar na gestão do lançamento do seu projeto. Além disso, muitas vezes nem sempre descreve o tempo/recursos necessários em todas as etapas pré e pós-lançamento.

Portanto, analisamos como criar um planejamento adicional que o ajudará a criar um plano de negócios eficaz e ajudá-lo a lançar e administrar seus negócios.

COLOQUE SEU PROJETO NO PAPEL

Criar um negócio é um projeto. Isso significa que ele precisa ser gerenciado de forma eficaz, a fim de minimizar o tempo necessário para chegar a um lançamento bem-sucedido (o tempo é precioso e caro nesta fase de um negócio).

Realizar as tarefas certas é claramente essencial, mas a ordem em que você realiza essas tarefas também é importante para minimizar atrasos e retrabalho. Por exemplo, se estiver configurando um negócio de comércio eletrônico vendendo itens que você pretende comprar por atacado, o que você faz primeiro: comprar o estoque ou desenvolver o site? Ou você faz isso ao mesmo tempo?

Quanto tempo vai demorar? E em que ponto você deve configurar uma conta bancária comercial, finalizar os detalhes da embalagem, criar um logotipo, contratar um fornecedor de escritório virtual, etc?
É claro que você pode descobrir à medida que avança. Mas essa abordagem pode ser confusa, frustrante e levar muito mais tempo do que o necessário.
E, por outro lado, quanto mais curta a fase inicial do seu negócio, mais cedo você estará cumprindo a promessa do seu planejamento de negócios e encantando os clientes.

CRIE UMA LISTA

Ter uma lista de “Fazeres” é melhor do que nada. Mas, como dito acima, o momento das tarefas e a ordem em que são realizadas é importante e uma lista simples não ajuda muito a esse respeito.
Portanto, o que você precisa é de um plano pré-negócio.
Simplificando, este plano é uma lista de “fazeres” que mostra o que precisa ser feito e quando precisa ser feito.

Mas se você está construindo ou lançando um negócio on-line, as ferramentas empregadas para ajudar a gerenciar seu tempo e progresso devem ser sempre apropriadas para o tamanho e a complexidade do projeto.

CRIANDO SEU PLANEJAMENTO DE NEGÓCIOS

Para produzir o plano de negócio, primeiro você precisará de um lápis e borracha grande. Em seguida, siga os passos abaixo:
Anote todas as tarefas que você precisa realizar para configurar seu negócio (pode ajudar dividir o negócio em pedaços, por exemplo. Site, Produtos, Back Office, Marketing, etc.)

Desenhe setas entre as tarefas na ordem em que precisam acontecer (é importante lembrar que uma tarefa não pode começar até que várias tarefas anteriores tenham sido concluídas)
Adicione o tempo estimado que cada tarefa levará para ser concluída.

Opcional: adicione quem é responsável por cada tarefa.

Se você quiser saber quanto tempo todo o plano, ou certas partes, é estimado para concluir, trace as diferentes rotas através do plano, somando as durações.
As coisas vão mudar, então verifique e atualize o planejamento à medida que o trabalho progride e marque as tarefas à medida que você as completa.

IDENTIFIQUE SEU PÚBLICO-ALVO

Seu negócio não é para todos. Embora você possa pensar que todos vão adorar sua ideia, essa não é uma estratégia de negócios viável.
Um dos primeiros passos para lançar um negócio de sucesso é identificar claramente o mercado-alvo.
Mas para descobrir quem você segmentará, você precisa realizar pesquisas de mercado.
Esta é sem dúvida a parte mais importante do lançamento do seu projeto. Se não houver mercado para o seu negócio, a empresa falhará.

É simples assim.

Se você reservar um tempo para escrever um plano de negócios, poderá descobrir que não há um mercado viável para seu negócio antes que seja tarde demais. É muito melhor aprender essas informações nesses estágios preliminares do que depois de investir uma tonelada de dinheiro em seu empreendimento.
Para descobrir seu mercado-alvo, comece com suposições amplas e reduza lentamente. Normalmente, a melhor maneira de segmentar seu público é usando estas quatro categorias:

  • geográfico
  • demográfico
  • psicográfico
  • comportamental

Comece com coisas como:

  • Idade
  • Gênero
  • Nível de renda
  • Etnia
  • Localização

Como eu disse anteriormente, comece amplamente. Mas à medida que você continua passando por sua pesquisa de mercado, você pode ser ainda mais específico.
Quando você terminar, o mercado-alvo pode ficar mais ou menos assim:

  • Homem
  • Idade entre 26 a 40
  • Morando no sul
  • Com uma renda anual de R$ 55.000 a R$ 70.000

Esse perfil abrange todos os quatro segmentos demográficos que mencionei anteriormente. Além disso, é muito específico.

ANALISE SUA CONCORRÊNCIA

Além de pesquisar seu mercado-alvo, você também precisa realizar uma análise competitiva. Você usará essas informações para criar sua estratégia de diferenciação de marca.

Quando você está escrevendo um plano de negócios, sua startup ainda não existe. Ninguém sabe sobre você. Não espere ser bem-sucedido se estiver planejando lançar a cópia de um concorrente.
Os clientes não terão motivos para mudar para sua marca se for a mesma que a empresa em que já conhecem e confiam.

Como você vai se separar da multidão? Sua estratégia de diferenciação pode envolver seu preço e qualidade. Se seus preços são mais baixos, esse pode ser o seu nicho no setor. Se você tem qualidade superior, também existe um mercado para isso.

Por outro lado, a análise competitiva deve ser realizada com a identificação do seu público-alvo. Ambos se enquadram na categoria de pesquisa de mercado do seu plano de negócios.

Depois de descobrir quem são seus concorrentes, será mais fácil determinar como sua empresa será diferente deles.

ORÇAMENTO

Você precisa ter todos os seus números em ordem quando estiver escrevendo um plano de negócios, especialmente se estiver planejando conseguir um financiamento para o investimento.

Em seguida, descubra exatamente quanto dinheiro você precisa para iniciar o negócio e permanecer operacional; caso contrário, você ficará sem dinheiro.
Ficar sem dinheiro é uma das razões mais comuns pelas quais as empresas iniciantes falham.
Tirar um tempo para resolver seu orçamento antes do lançamento minimizará esse risco.
Considere tudo. Comece com o básico como:

  • Custos de equipamentos
  • Propriedade (compra ou locação)
  • Honorários advocatícios
  • Seguro
  • Inventário

Esses números precisam ser precisos. Em caso de dúvida, estime mais alto. As coisas nem sempre saem de acordo com o planejado.

SEU PLANEJAMENTO DE MARKETING

Seu plano de marketing depende de tudo de que falei até agora.
Como você adquirirá clientes com base na pesquisa de mercado do seu público-alvo e na análise competitiva?

Essa estratégia também precisa estar alinhada com seu orçamento e projeções financeiras.
Adquirir clientes é caro. Você não quer investir todo o seu orçamento de marketing em uma estratégia ruim. Se não funcionar, você não tem nada para recorrer.

Antes de tentar qualquer coisa, resolva o básico primeiro:

  • Lançar um site
  • Mantenha-se ativo nas plataformas de mídia social
  • Comece a criar uma lista de assinantes de e-mail
  • Foco na retenção de clientes
  • Crie programas de fidelidade do cliente.

Mesmo antes do lançamento oficial da sua empresa, você pode começar a criar seu site e perfis de mídia social.

A última coisa que você quer é que os consumidores descubram sua marca, mas depois não consigam encontrar seu site ou informações de contato. Ou pior, seja direcionado para um site quebrado ou inacabado.

POR FIM, MANTENHA SEU PLANEJAMENTO CURTO E PROFISSIONAL

Falei sobre muitos componentes diferentes do seu plano de negócios. Pode parecer esmagador, mas não se assuste.
Este plano não deve ser uma dissertação de 100 páginas.

Você definitivamente quer que seja detalhado e completo, mas não exagere. Não há um número exato de páginas que deveria ser, mas tem que ter pelo menos uma página por seção.
Também deve ser escrito de forma limpa e profissional. Não use gírias.

Por fim, revise-o quanto a erros gramaticais e ortográficos.
Lembre-se, talvez seja necessário usar isso para levantar capital. Portanto, as pessoas podem hesitar em lhe emprestar dinheiro se você ignorar as pequenas coisas, como gramática adequada.