Como trabalhar uma negociação de sucesso

Conheça as três fases para uma negociação produtiva e a importância da contabilidade gerencial nessas fases

O que fazer para que a negociação que você está à frente seja bem sucedida? Essa dúvida paira em todas as empresa, desde as mais novas e de pequeno porte até as mais tradicionais, de grande porte e tempo de mercado – isso, porque tão importante quanto conquistar o seu espaço no mercado é se manter e utilizar as atualizações dos fatores internos e externos a empresa como fator de influência.

A ideia principal de toda empresa é lucrar, independentemente do valor agregado do produto ou serviço disponibilizado pela empresa, a sua sobrevivência depende estritamente do lucro, para isso o poderio nas negociações é fundamental para o sucesso da empresa. Para isso, todo bom processo de negociação precisa ter necessariamente três fases fundamentais que tendem em probabilidade de sucesso ser maior passando pelo serviço de contabilidade gerencial, isso porque através desses serviços contábeis a empresa terá subterfúgio de informações técnicas que agreguem em todas as esferas de negociação.

Planejamento: A primeira etapa do processo e que sustenta todas as outras. No planejamento da negociação se detém um esforço mental de levantamento de dados e estudo que é muito importante. A figura dos serviços contábeis que detém o conteúdo de dados sobre informações relevantes para o sucesso desse processo de negociação é fundamental neste momento.

A antevisão de objeções e a construção de argumentações sólidas que quebre tais objeções que tendem a vir do outro lado na negociação é um fator que gera sucesso para o processo. Muitas das vezes a quebra dessas objeções estão na análise dos números disponibilizados pela contabilidade gerencial.

De acordo com todos os dados levantados, a ideia é que a empresa procure utilizá-los a seu favor sempre ampliando a visão sobre os seus pontos positivos em detrimento dos negativos.

Execução: É o ato da reunião de negócios, onde você colocará em prática todo o processo de planejamento da negociação. Para isso, todo o conhecimento técnico trabalhado com a contabilidade gerencial precisa estar na ponta da língua e você deverá conduzir a reunião com extrema eficácia.

Primeiramente, procure se preocupar com a ambientação na qual você vai receber o seu parceiro. Que seja um lugar extremamente profissional, mas, ao mesmo tempo, aconchegante e com clima leve, para tirar o peso dos negócios. Ser um local com pouco fluxo de pessoas distintas é fundamental para não dar brecha a algo invasivo.

Depois disso, inicie conhecendo melhor a pessoa com quem você está tratando, até para quebrar o gelo. Nunca comece falando direto dos negócios, mas também não perca tempo com trivialidades. Seja objetivo até quando a objetividade não é marca padrão. Essa marca da objetividade ganha forma justamente no processo seguinte de execução da negociação.

Quando o assunto abordado for diretamente o negócio a ser tratado, aí sim você precisará ser objetivo, passando transparência, caráter e, acima de tudo, profissionalismo, para demonstrar de forma prática que independentemente do clima ameno e suave a empesa não está para brincadeira e quer desempenhar um grande papel de importância dentro do acordo firmado.

Assim como um começo e um meio, institua uma finalização para a entrevista, onde será ratificado tudo o que for abordado dentro da conversa, para refrescar a memória dos direitos e deveres de cada parte e não deixar nenhuma brecha aberta.

Controle: Após o firmamento do negócio, a relação com o “outro lado do balcão” não se encerra. É importante uma fiscalização mútua para que ambas as partes cumpram com o acordado. Seja numa auditoria interna, para você ver se cada departamento da sua empresa cumpre com suas funções, seja no diálogo com a outra parte cobrando as condições acertadas, que sempre precisam estar firmada em contrato comercial.

O tempo de cada processo de negociação é muito particular e depende diversos fatores internos e externos, não há algo uniforme, mas cada etapa é fundamental para um sucesso final.

Saiba como conquistar clientes [na_cidade] em quatro passos

Você pode atrair novos clientes sem precisar de estratégias mirabolantes, saiba como

Trabalhar com vendas é algo muito difícil, principalmente diante todas as novidades que estão debaixo dos nossos olhos dia após dia. Se você entende o que eu estou falando, de duas uma, ou você detém a gestão de uma empresa ou trabalha diretamente no setor direto de vendas dela. Todo negócio precisa vender, o que difere são os departamentos, porém toda empresa privada [na_cidade] vive de intercâmbios comerciais. E diante de tantas novidades que vemos diariamente, a tendência de utilizar estratégias e posicionamento “inovadores” é clarividente, mas muitas vezes podem ser tiros no pé.

Trabalhar com a modernidade é ser objetivo, o que nada tem a ver com ser intransigente, rude ou algo do tipo, mas é ser claro nas informações, objetivo nos pontos onde quer chegar para formalizar o negócio e simpático para gerar conexão com o cliente. Essa é a fórmula para cativar, pelo menos, o primeiro contato.

É claro, você trabalhará com persuasão, o que não significa ser enfadonho. A venda está na forma da abordagem e também na apresentação natural do produto ou serviço, para isso você não precisa tirar leite de pedra, basta fazer o simples e informar o necessário, somente o necessário, deixando os ademais para dúvidas que possam vir a surgir com respostas objetivas que credibilizem o conhecimento funcional da empresa para com o produto ou serviço ofertado.

É por isso mesmo que este artigo tem como intuito dar quatro dicas para que você seja simples, objetivo e tenha sucesso ao captar novos clientes para a sua empresa [na_cidade].

1. Fique atento com o primeiro contato

No ramo empresarial a primeira impressão é sempre a que fica. Por isso mesmo, o primeiro contato com o cliente precisa ser muito bem trabalhado. Tudo precisa imprimir a marca da empresa e ser trabalhado nos mínimos detalhes para que a boa impressão seja causada e a imagem da empresa fique afixada no cliente [na_cidade].

Se possível, o empresário pode fazer esse primeiro contato, o que demonstrará uma importância para o cliente, bem como passará maior credibilidade e seriedade da empresa por meio do seu gestor. Mas é claro que nem sempre o responsável pela empresa vai ter tal disponibilidade, já que possui muitos afazeres, logo, é importante que ele tenha forte iniciativa de atender os clientes mais relevantes, que possui um aporte financeiro maior ou um valor social que interfira positivamente na imagem da empresa.

2. Atenção com a capacitação

Invista nos seus funcionários. Isso é essencial para um desempenho cada vez mais profissional na hora do atendimento. E esse desempenho interfere diretamente no sucesso das vendas. Então, procure deixar a sua equipe sempre bem envolvida com os processos da empresa, fazendo com que ela entenda a fundo o que será apresentado. Uma empresa alinhada é uma imagem positiva para o negócio, mas para isso todos precisam estar capacitados para fornecer todas as informações necessárias sobre aquilo que a empresa trabalha [na_cidade], de forma concisa e objetiva.

3. Atenção na divulgação

Muitas empresas [na_cidade] pecam na hora de expandir a informação sobre ela própria e seus serviços ou produtos, achando que o investimento com divulgação é um gasto desnecessário, o que é um erro gravíssimo. Investir em toda uma estrutura de produção de um determinado produto ou serviço e não divulgar é que nem fazer um grande jantar e não chamar ninguém para comer.

Numa era digital, as redes sociais são uma ferramenta de expansão de informação massiva, rápida e de baixo custo. Porém, você precisará adequar a sua forma de divulgação de acordo com o meio que transita o seu público-alvo.

4. Tenha cuidado com o pós-venda

Não ache que só porque você conseguiu fechar o negócio com o seu cliente é que o processo empresarial terminou por aí. Manter é tão importante quanto conquistar e gera reflexo nos novos clientes. Isso porque a boa fama da sua empresa é um mecanismo de divulgação natural, bem como as indicações do primeiro cliente para outras empresas parceiras.

Então, seja grato não só em palavras, mas em atitudes com os seus clientes, sempre atendendo com perfeição e dando todo o suporte necessário. A manutenção do bom atendimento passa pela política de pós-venda.

Vantagens e procedimentos para se adquirir uma empresa pronta [na_cidade]

Iniciar um negócio do zero geralmente pode ser mais arriscado que adquirir uma empresa pronta [na_cidade].

Neste artigo, você descobrirá os pontos básicos para preparar um negócio. Se você pretende se engajar, aprender o processo de obtenção de empresas e deseja ter sucesso em sua escolha, siga nosso conselho.

Descubra o que você precisa antes de comprar uma empresa [na_cidade]:

Você sabia que o Brasil está entre os dez países mais empreendedores do mundo?

Por esta razão, existem infinitas oportunidades para comprar empresas com boas oportunidades de desenvolvimento.

Apesar disso, algumas operações são indispensáveis antes de mais nada. Aqui estão alguns fatores importantes:

  • Não basta apenas achar o negócio promissor, é preciso saber se o seu conhecimento está de acordo com os serviços oferecidos pela empresa. Se imagine gerenciando sua organização.
  • Tente conversar e perguntar detalhes da empresa a todos os envolvidos: proprietários, fornecedores, funcionários e clientes.
  • Procure serviços de contabilidade [na_cidade] para realizar a pesquisa de dívida e valor. Também é importante obter certificados negativos do FGTS, INSS, Receita Federal e Estadual. Negociar dívidas no momento da compra é a melhor coisa a fazer.
  • Investigar o “saldo” do faturamento, analisa se é devidamente variado no número de clientes, se o faturamento é garantido por contratos, se a oportunidade de entrada de novos concorrentes ou de novas tecnologias, etc. De qualquer maneira, considere se existe um risco de redução de faturamento.
  • Analise a estrutura do seu negócio, verifique a função de cada funcionário, se você tem disponibilidade, trabalhe alguns dias para ver como são realizados os procedimentos e ambiente de trabalho.
  • Você deve fazer um orçamento para saber quanto você tem que investir após a compra. Classifique despesas fixas e variáveis.
  • Examine os números do negócio para saber quanto tempo leva para devolver os fundos investidos.

Preste atenção ao comprar uma empresa. Não apresse as negociações.

Vantagens:

As vantagens de comprar uma empresa pronta [na_cidade] são significativas, e reduzir o número de incertezas é o maior benefício!

  • Risco reduzido. A fase inicial já está superada, o empreendedor terá mais chances de sucesso na compra de uma empresa em funcionamento.
  • Contas existentes. Pesquise serviços de contabilidade [na_cidade] para ver se a empresa lhe dará lucros ou perdas. Entenda a situação atual da empresa e realize uma auditoria contábil.
  • Clientes já estabelecidos. Você não precisa obter clientes desde o início, pois a base de clientes já existe.
  • Melhorias e crescimento. Você poderá pensar em melhorias no crescimento do negócio.

Desvantagens:

Existem algumas desvantagens quando você compra um negócio pronto.

  • A maneira como a empresa foi conduzida pode ser um fator prejudicial. A mudança deve ser gradativa para não afetar adversamente a receita da empresa.
  • Possíveis dívidas tributárias, trabalhistas e ambientais devem ser avaliadas. Para isso, procure serviços de contabilidade [na_cidade] para ajudá-lo.
  • O valor do investimento pode ser a maior desvantagem, já que a quantia será maior do que começar um negócio do zero. Mas o ganho é rápido e o risco é muito baixo.

Andamento do processo:

  • Estudo de mercado. Entenda todas as opções de mercado para escolher a empresa que corresponde ao seu conhecimento e interesses. Examine a quantidade de recursos necessários e verifique as possibilidades de pagamento.
  • Contrato de Confidencialidade: A confidencialidade mútua de negociações e informações é registrada neste contrato.
  • Análise de Negócio: Verifique a faixa de preços de maneiras diferentes, avalie os pontos negativos e positivos.
  • Proposta inicial: Fornece um valor introdutório, levando em conta os rendimentos mais negativos.
  • Execute uma pesquisa e confirme a legitimidade de todos os dados da empresa.
  • Proposta final: submeta uma oferta final relativa à recolha de informação sobre a empresa.
  • Contrato final: Conte com uma rica experiência de advogados para ajudá-lo nesta seção.
  • O processo de compra de um negócio é muito complicado, para isso, procure serviços de contabilidade [na_cidade] e um advogado.

Conclusão

Comprar uma empresa pronta geralmente acarreta riscos menores do que inaugurar um novo negócio.

É essencial fazer o levantamento do potencial da empresa para prevenir possíveis riscos e para realizar um negócio justo e objetivo.

O valor a ser investido será maior do que iniciar sua empresa do zero, para que o vendedor da empresa seja recompensado por ter superado a difícil fase de inicio que você não passará.

Além disso, se o negócio tiver uma lucratividade alta, você terá de fazer uma boa oferta para conseguir adquirir a empresa.

Para diminuir os riscos, ter auxilio no processo de compra, otimizar os valores investidos e cuidar da parte burocrática da transação procure por serviços de contabilidade [na_cidade].

A experiência de profissionais no processo de aquisição é muito importante para uma transação de sucesso.

O sumário executivo é o primeiro passo para o seu plano de negócios

Saiba como começar a formular um bom plano de negócios por meio do sumário

A espinha dorsal do plano de negócios é o sumário executivo, por meio dele todo o plano de negócio será resumido e a apresentação do seu negócio será feita de forma direta e concisa. Pequenos tópicos contemplarão a sua empresa num todo e deverá ser feito mediante a perspectiva do negócio. Por essas e outras que o escritório contábil [na_cidade] precisa estar a par do sumário executivo, para que de forma concisa e objetiva todas as vertentes de construção técnica, como análise de mercado e afins venham estar presente logo de cara no plano de negócios, ou seja, no sumário executivo.

A estrutura do seu negócio precisa estar atraente, mas profissional no sumário executivo. É isso que dará um ar de competência e sabedoria do negócio, ao mesmo tempo não desempenhando uma linguagem técnica, apenas.

Para construção do sumário executivo, você precisará dar alguns passos para captação de clientes e construção do plano empresarial.

Para que, então, o Sumário Executivo venha enumerar dessas formas a sua empresa ele precisará de:

  • Definir seus objetivos e a missão de sua empresa;
  • Descrever o seu negócio e os mercados-alvo para o produto e/ou serviço;
  • Distinguir seu produto e/ou serviço da sua concorrência, enfatizando qual mercado pretende atingir;
  • Especificar se seu negócio competirá em um grande mercado existente ou criará um novo nicho de mercado;
  • Exemplificar de forma concisa e convincente por que sua empresa terá sucesso em uma situação competitiva – chaves do sucesso;
  • Descrever sua equipe de gestão, enfatizando a experiência e as habilidades especiais de cada executivo;
  • Quando houver algum tipo de deficiência em seu grupo de gestão, mencionálas e demonstrar como espera mitigar cada um dos pontos;

Resumir as principais projeções financeiras para os próximos três a cinco anos – dependendo do tipo de mercado e produto que pensa em desenvolver.

É essencial que cada ponto destacado esteja bem especificado dentro do sumário executivo da sua empresa [na_cidade].  Isso tudo com total responsabilidade de acordo comercial.

Por isso, a simplificação responsável é a alma do sumário executivo. A responsabilidade está e não deixar nenhuma informação para trás, sem omitir e esconder nenhum ponto.  Para isso, um escritório contábil [na_cidade] precisará transmitir cada recado pressuposto com a clareza da mensagem, mas a leveza da oferta, ou seja, caso a apresentação do projeto de plano de negócios tenha como finalidade a angariação de recursos, o escritório contábil [na_cidade] precisará, dentro da perspectiva da empresa, apresentar necessariamente o projeto empresarial e o motivo da apresentação e do contato.

Por fim, numa perspectiva geral, o sumário executivo resume a primeira vista a apresentação do seu plano de negócio. Por isso, como todo resumo, precisa estar simplificado, mas ao mesmo tempo atrair quem tiver acompanhando a ser um parceiro de trabalho, seja em qual objetivo for.

Por meio do sumário executivo as suas intenções precisam estar claras com o receptor, porém, de forma não grosseira e incisivo. O cliente, investidor ou afins precisa ser conquistado pelo plano de negócios e é por isso que um escritório contabil [na_cidade] é tão importante para o processo, já que ele que terá todos os dados chamativos para explorar no momento de apresentação do plano da empresa [na_cidade].

O seu produto é a base do seu plano de negócios

O desenvolvimento da sua empresa é o motivo no qual você fala do seu produto

A identidade real da sua empresa está por meio do serviço prestado. Esse é o ponto-chave do reconhecimento do seu negócio. Você é a primeira pessoa que precisa saber de cor e salteado os pontos fortes do seu empreendimento, quais serviços são os de maior destaque qualidade e, por que não, os maiores defeitos, estes para não ser explorados. Isso tudo precisa ser documentado e estudado, e um escritório contábil [na_cidade] é a instituição mais adequada para isso.

Então, para que em seu plano de negócio, os pontos positivos da sua empresa venham a ser destacados, é importante você precisa trabalhar em conjunto com o escritório contábil [na_cidade], justamente porque a sua empresa precisará ser soberana dentro do nicho de qualidade que anunciar, e dentro de uma na´lise de mercado, e não pode colidir com outra empresa tão qualificada quanto ou até melhor.

O serviço produzido fala por si só a atividade fornecida pela empresa, por isso a inclusão dele como peça capital de um plano de negócio é justamente um divã entre gestores e produto, para conhecer a identidade do próprio e serviço fornecido. Claro que há a possibilidade da realização de mais de uma atividade, mas elas precisam estar conversadas com a atividade principal e de destaque da empresa em si, senão perde-se o valor.

É nesse momento que será descrito cada uma atividade fornecida pela empresa, mediante  atividade principal. A partir desse momento, o escritório de contabilidade [na_cidade] estará condicionando e munindo a empresa com dados de mercado os detalhes de planejamento empresarial individual.

Todos esses processos pode e deve ser conduzido de forma pacata, mas ao mesmo tempo dinâmica, objetiva, mas, ao mesmo tempo, detalhada, encorporando tudo o que for necessário por meio do universo empresarial.

É importante salientar, nesse momento, a proteção jurídica que a empresa tem através dos seus produtos, ou seja, todos os direitos autorias e de serviço são concedidos expressamente para a sua empresa.

Nesse momento, caso algum diferencial garantido por meio de jusrisprudência se posicione, deverá ser explorado pela empresa beneficiada.

escritório contábil [na_cidade] é muito importante para esse processo, pois ele que irá analisar o mercado como um todo e tudo o que compete a sua empresa para definir o que seria importante explorar positivamente a sua empresa, como algumas medidas e questões jurídicas.

É justamente o escritório contábil [na_cidade] que agregará na formatação do seu plano de negócio, jogando sempre ao lado da empresa e atuando sempre dentro de uma análise e de um estudo detalhado e bem coerente dentro de todos os aspectos concernentes a empresa.

Caso a sua empresa tenha algumas peculiaridades, por exemplo, fins governamentais, passando por licitações ou algo do tipo, é necessário que você deixe bem explícito no plano de negócios. Todos os detalhes posteriores também devem ser inseridos no plano de negócios posteriormente.