Gestão financeira para pequenas empresas: o que é e como fazer?

Manter suas finanças requer muito mais do que apenas conectar números a uma planilha. Se você está tentando salvar um navio afundando ou alimentar o crescimento de uma empresa, uma boa gestão financeira significa se preparar para o sucesso a longo prazo do seu negócio.

Então, para aproveitar ao máximo suas finanças, você deve ser analítico em seus objetivos de gestão financeira. Definir metas específicas, orçamentos alcançáveis e métricas atingíveis em torno da maximização do seu orçamento, fluxo de caixa e gerenciamento de riscos pode ajudá-lo a construir uma base financeira estável.
Vamos compartilhar as 3 metas de gestão financeira que sua pequena empresa deve atingir.

1. ORÇAMENTO

O orçamento para o seu negócio envolve dar uma olhada no que aconteceu no mês passado, há três meses e neste ano, e depois usar os dados para tomar decisões financeiras informadas nos próximos meses e anos.

Um bom orçamento, por exemplo, mostraria quanto dinheiro você tem que gastar em recrutamento, treinamento e outras necessidades. Também deve fornecer um resumo de seus custos fixos e variáveis, bem como as vendas e receitas necessárias para financiar programas críticos.

Aqui estão algumas metas ou objetivos relacionados ao orçamento para você começar:

• ESTIME A RENDA FINANCEIRA

Olhar para suas fontes de receita anteriores é o primeiro passo em qualquer atividade orçamentária. Portanto, para descobrir quanto dinheiro você recebe regularmente de todas as fontes.
Por fim, não se esqueça de levar em consideração qualquer sazonalidade. Por exemplo, para um negócio de varejo, o período de Natal e Black Friday serão períodos movimentados.

• CUSTOS VARIÁVEIS

Despesas variáveis são aquelas que flutuam com base em quanto você vende seu produto ou serviço.

Por exemplo, se você estiver administrando uma academia fitness, o custo do personal trainer será variável, pois você só pagará seus treinadores quando eles treinarem um cliente.

• CUSTOS FIXOS

Locação, equipamentos, aluguel, encargos financeiros sobre empréstimos, folha de pagamento, impostos e seguros estão todos incluídos.

2. FLUXO DE CAIXA

Em seguida, se o seu negócio está se expandindo ou em declínio, controlar eficientemente o fluxo de caixa é fundamental.

Como dizem, Dinheiro é Rei. Se você drenou seu capital de giro, por exemplo, pode se encontrar incapaz de pagar fornecedores ou até mesmo pagar salários.
É por isso que é essencial ter um nível de capital de giro que ajude você a continuar administrando sua empresa, mesmo que as coisas não estejam indo bem.
Portanto, aqui estão alguns objetivos relacionados ao fluxo de caixa para você começar:

• MELHORANDO O CICLO DE CAIXA

O ciclo de caixa é a diferença entre o número médio de dias que leva para seus clientes pagarem menos o número médio de dias que você paga aos seus fornecedores.

• MARGEM FINANCEIRA

Você encontrará deficiências em sua empresa e as podará sistematicamente avaliando suas margens.

• GERENCIAMENTO DE LIQUIDEZ

Uma boa empresa deve manter um nível adequado de liquidez. Por outro lado, qual é esse nível apropriado varia de empresa para empresa e de indústria para indústria. No entanto, 6 meses de capital de giro são considerados um mínimo em muitas empresas.

3. ENTENDA OS RISCOS DA GESTÃO FINANCEIRA E APRENDA A LIDAR

Não há dúvida de que lançar uma nova empresa é arriscado. Então, o que você pode fazer para gerenciar o risco e aumentar as chances de sucesso a seu favor? Como você pode, em geral, minimizar os riscos monetários que acompanham o início de um negócio?
Portanto, aqui estão algumas metas relacionadas ao risco que ajudarão a mitigar riscos específicos:

• MANTENHA REGISTROS CONFIÁVEIS

Construa um sistema de manutenção de registros que funcione imediatamente.
Por outro lado, quando chega a hora de pagar suas contas ou registrar seus impostos, obter um sistema de arquivamento confiável e acompanhar a papelada economizará tempo e dinheiro.

• DIVERSIFIQUE SEUS GANHOS

Crie vários fluxos de receita em seu modelo de negócios, sempre que possível. Ter todos os ovos em uma cesta dificilmente é uma boa ideia.

• LIQUIDAÇÃO FINANCEIRA

Como startup, você deve ter objetivos de negócios. Certifique-se de ter orçamentos anuais e mensais em vigor. Nunca perca de vista o fluxo de caixa e, por fim, entenda os riscos de negócios e tome medidas para minimizar.

E, por fim, se precisar de auxílio, nossa contabilidade conta com um time de especialista para ajudar sua empresa. Entre em contato conosco agora mesmo!

Gestão financeira para pequenas empresas: o que é e como fazer?

Manter suas finanças requer muito mais do que apenas conectar números a uma planilha. Se você está tentando salvar um navio afundando ou alimentar o crescimento de uma empresa, uma boa gestão financeira significa se preparar para o sucesso a longo prazo do seu negócio.

Então, para aproveitar ao máximo suas finanças, você deve ser analítico em seus objetivos de gestão financeira. Definir metas específicas, orçamentos alcançáveis e métricas atingíveis em torno da maximização do seu orçamento, fluxo de caixa e gerenciamento de riscos pode ajudá-lo a construir uma base financeira estável.
Vamos compartilhar as 3 metas de gestão financeira que sua pequena empresa deve atingir.

1. ORÇAMENTO

O orçamento para o seu negócio envolve dar uma olhada no que aconteceu no mês passado, há três meses e neste ano, e depois usar os dados para tomar decisões financeiras informadas nos próximos meses e anos.

Um bom orçamento, por exemplo, mostraria quanto dinheiro você tem que gastar em recrutamento, treinamento e outras necessidades. Também deve fornecer um resumo de seus custos fixos e variáveis, bem como as vendas e receitas necessárias para financiar programas críticos.

Aqui estão algumas metas ou objetivos relacionados ao orçamento para você começar:

• ESTIME A RENDA FINANCEIRA

Olhar para suas fontes de receita anteriores é o primeiro passo em qualquer atividade orçamentária. Portanto, para descobrir quanto dinheiro você recebe regularmente de todas as fontes.
Por fim, não se esqueça de levar em consideração qualquer sazonalidade. Por exemplo, para um negócio de varejo, o período de Natal e Black Friday serão períodos movimentados.

• CUSTOS VARIÁVEIS

Despesas variáveis são aquelas que flutuam com base em quanto você vende seu produto ou serviço.

Por exemplo, se você estiver administrando uma academia fitness, o custo do personal trainer será variável, pois você só pagará seus treinadores quando eles treinarem um cliente.

• CUSTOS FIXOS

Locação, equipamentos, aluguel, encargos financeiros sobre empréstimos, folha de pagamento, impostos e seguros estão todos incluídos.

2. FLUXO DE CAIXA

Em seguida, se o seu negócio está se expandindo ou em declínio, controlar eficientemente o fluxo de caixa é fundamental.

Como dizem, Dinheiro é Rei. Se você drenou seu capital de giro, por exemplo, pode se encontrar incapaz de pagar fornecedores ou até mesmo pagar salários.
É por isso que é essencial ter um nível de capital de giro que ajude você a continuar administrando sua empresa, mesmo que as coisas não estejam indo bem.
Portanto, aqui estão alguns objetivos relacionados ao fluxo de caixa para você começar:

• MELHORANDO O CICLO DE CAIXA

O ciclo de caixa é a diferença entre o número médio de dias que leva para seus clientes pagarem menos o número médio de dias que você paga aos seus fornecedores.

• MARGEM FINANCEIRA

Você encontrará deficiências em sua empresa e as podará sistematicamente avaliando suas margens.

• GERENCIAMENTO DE LIQUIDEZ

Uma boa empresa deve manter um nível adequado de liquidez. Por outro lado, qual é esse nível apropriado varia de empresa para empresa e de indústria para indústria. No entanto, 6 meses de capital de giro são considerados um mínimo em muitas empresas.

3. ENTENDA OS RISCOS DA GESTÃO FINANCEIRA E APRENDA A LIDAR

Não há dúvida de que lançar uma nova empresa é arriscado. Então, o que você pode fazer para gerenciar o risco e aumentar as chances de sucesso a seu favor? Como você pode, em geral, minimizar os riscos monetários que acompanham o início de um negócio?
Portanto, aqui estão algumas metas relacionadas ao risco que ajudarão a mitigar riscos específicos:

• MANTENHA REGISTROS CONFIÁVEIS

Construa um sistema de manutenção de registros que funcione imediatamente.
Por outro lado, quando chega a hora de pagar suas contas ou registrar seus impostos, obter um sistema de arquivamento confiável e acompanhar a papelada economizará tempo e dinheiro.

• DIVERSIFIQUE SEUS GANHOS

Crie vários fluxos de receita em seu modelo de negócios, sempre que possível. Ter todos os ovos em uma cesta dificilmente é uma boa ideia.

• LIQUIDAÇÃO FINANCEIRA

Como startup, você deve ter objetivos de negócios. Certifique-se de ter orçamentos anuais e mensais em vigor. Nunca perca de vista o fluxo de caixa e, por fim, entenda os riscos de negócios e tome medidas para minimizar.

E, por fim, se precisar de auxílio, nossa contabilidade conta com um time de especialista para ajudar sua empresa. Entre em contato conosco agora mesmo!

Como um contador pode te ajudar na Abertura da sua Empresa

A contabilidade pode ajudar na saúde financeira da empresa, oferecendo um relatório preciso de seu fluxo de caixa, mostrando oportunidades de crescimento e mantendo você organizado e preciso ao preencher seus impostos.

Então, como dono de uma pequena empresa, você pode optar por acompanhar as contas de sua empresa por conta própria. Por outro lado, pode contratar um escritório de contabilidade para ajudá-lo a configurar sua empresa, preparar documentos financeiros, gerenciar processos de folha de pagamento, arquivar impostos e muito mais.

Você não precisa ser um especialista para administrar uma pequena empresa, mas vai querer ter algumas habilidades básicas no bolso de trás para garantir que seu negócio corra bem e esteja no caminho certo para ganhar dinheiro.
O escritório de contabilidade ajuda a economizar tempo para preparar sua empresa para o sucesso.

COMO A CONTABILIDADE PODE AJUDAR SEU NEGÓCIO?

A contabilidade não apenas torna a vida mais fácil na hora do imposto e dá a você uma ideia melhor de como seu negócio está indo financeiramente.
Por outro lado, uma contabilidade precisa também pode torná-lo mais atraente para os clientes. Aqui estão algumas maneiras comuns pelas quais a contabilidade adequada pode ajudar a tornar sua empresa mais valiosa para seus clientes:

1. ESTABILIDADE FINANCEIRA

Quando as finanças de sua empresa estão em ordem, você tem uma visão precisa de quanto dinheiro está indo e vindo.
Em seguida, você também pode criar previsões mais precisas para receitas e despesas futuras, para ter certeza de que tem reservas de caixa suficientes para ajudá-lo em tempos difíceis.
Com finanças comerciais estáveis, você pode oferecer aos seus clientes uma experiência consistente e positiva. Por outro lado, você não precisará cortar custos porque o dinheiro está apertado. Você não vai de repente cortar funcionários ou assumir novos negócios a ponto que a qualidade do seu trabalho seja prejudicada.

2. MAIOR EFICIÊNCIA

A contabilidade adequada oferece dados financeiros atualizados sobre o seu negócio. E isso pode ajudá-lo a tomar decisões cruciais sobre a necessidade e o momento de novos investimentos comerciais.
Os novos equipamentos podem fazer você trabalhar mais rápido? Isso poderia significar um serviço melhor aos seus clientes?
Dados financeiros precisos ajudam você a decidir se é o momento certo para investir mais dinheiro em sua empresa e como essas despesas afetarão seu fluxo de caixa.

3. MARKETING MAIS INTELIGENTE DA EMPRESA

Os registros financeiros oferecem informações sobre suas despesas e fluxo de caixa. O que, por sua vez, pode ajudá-lo a tomar melhores decisões sobre o marketing de sua empresa.
Portanto, informações contábeis precisas podem ajudá-lo a decidir o momento certo para lançar uma campanha de marketing e entender se seus esforços de marketing estão produzindo os resultados desejados.

QUAIS SÃO OS PRINCÍPIOS DA CONTABILIDADE PARA SUA EMPRESA?

Agora que você sabe como a contabilidade pode ajudar sua empresa, está pronto para mergulhar nos princípios básicos da contabilidade para pequenas empresas.
Então, existem três áreas principais de contabilidade eficaz para pequenas empresas:

1. ESCRITURAÇÃO DA EMPRESA

Não se deixe intimidar pelo nome: a contabilidade apenas se refere a manter o controle de suas transações comerciais, desde as receitas até os pagamentos. Portanto, uma de suas principais metas de negócios é ganhar dinheiro.
E, para isso, você precisa saber como sua receita se compara aos seus custos. A contabilidade adequada pode ajudar você:

  • Informando se você está tendo lucro ou se está no caminho certo
  • Dizendo se você corre o risco de ficar sem dinheiro
  • Simplificando a temporada de impostos ao registrar as informações de que você precisará para declarar os impostos

2. DECLARAÇÕES FISCAIS DE NEGÓCIOS DA EMPRESA

A temporada de impostos pode ser estressante para freelancers e proprietários de pequenas empresas. E por um bom motivo: declarar impostos se torna mais complicado quando você trabalha por conta própria.
Mas, com uma contabilidade adequada ao longo do ano, você pode diminuir as dores de cabeça do tempo de impostos.
Portanto, existem diferentes tipos de impostos comerciais e variam por setor e por estado, mas alguns dos mais comuns incluem:

  • Imposto de Renda: exige que você pague uma parte de sua renda ao governo.
  • Em seguida, imposto sobre vendas: dependendo do tipo de trabalho que você faz para os clientes, você pode adicionar impostos sobre vendas às suas faturas, que mais tarde você paga ao governo.
  • Por fim, impostos de funcionários: se sua empresa tiver funcionários, você irá coletar impostos dos salários de seus funcionários e repassá-los ao governo.

3. RELATÓRIOS FINANCEIROS

Em seguida, os relatórios contábeis podem ajudar a orientar importantes decisões de negócios. Você enfrenta escolhas difíceis com frequência – comprar equipamentos caros para sua empresa, quais serviços oferecer aos clientes ou contratar funcionários para ajudá-lo com sua carga de trabalho.
Então, existem vários relatórios contábeis que podem ajudá-lo a tomar essas decisões. O relatório financeiro mostra todas as suas atividades financeiras, desde o dinheiro que flui para o seu negócio (receitas de clientes) até as despesas que saem (aluguel, serviços públicos, pessoal e muito mais). Portanto, este é um relatório importante para acertar.

Entre em contato com nosso Escritório Contábil e auxiliaremos na Abertura ou Regularização da sua Empresa. Queremos ser um parceiro da sua empresa!

Como um contador pode te ajudar na Abertura da sua Empresa

A contabilidade pode ajudar na saúde financeira da empresa, oferecendo um relatório preciso de seu fluxo de caixa, mostrando oportunidades de crescimento e mantendo você organizado e preciso ao preencher seus impostos.

Então, como dono de uma pequena empresa, você pode optar por acompanhar as contas de sua empresa por conta própria. Por outro lado, pode contratar um escritório de contabilidade para ajudá-lo a configurar sua empresa, preparar documentos financeiros, gerenciar processos de folha de pagamento, arquivar impostos e muito mais.

Você não precisa ser um especialista para administrar uma pequena empresa, mas vai querer ter algumas habilidades básicas no bolso de trás para garantir que seu negócio corra bem e esteja no caminho certo para ganhar dinheiro.
O escritório de contabilidade ajuda a economizar tempo para preparar sua empresa para o sucesso.

COMO A CONTABILIDADE PODE AJUDAR SEU NEGÓCIO?

A contabilidade não apenas torna a vida mais fácil na hora do imposto e dá a você uma ideia melhor de como seu negócio está indo financeiramente.
Por outro lado, uma contabilidade precisa também pode torná-lo mais atraente para os clientes. Aqui estão algumas maneiras comuns pelas quais a contabilidade adequada pode ajudar a tornar sua empresa mais valiosa para seus clientes:

1. ESTABILIDADE FINANCEIRA

Quando as finanças de sua empresa estão em ordem, você tem uma visão precisa de quanto dinheiro está indo e vindo.
Em seguida, você também pode criar previsões mais precisas para receitas e despesas futuras, para ter certeza de que tem reservas de caixa suficientes para ajudá-lo em tempos difíceis.
Com finanças comerciais estáveis, você pode oferecer aos seus clientes uma experiência consistente e positiva. Por outro lado, você não precisará cortar custos porque o dinheiro está apertado. Você não vai de repente cortar funcionários ou assumir novos negócios a ponto que a qualidade do seu trabalho seja prejudicada.

2. MAIOR EFICIÊNCIA

A contabilidade adequada oferece dados financeiros atualizados sobre o seu negócio. E isso pode ajudá-lo a tomar decisões cruciais sobre a necessidade e o momento de novos investimentos comerciais.
Os novos equipamentos podem fazer você trabalhar mais rápido? Isso poderia significar um serviço melhor aos seus clientes?
Dados financeiros precisos ajudam você a decidir se é o momento certo para investir mais dinheiro em sua empresa e como essas despesas afetarão seu fluxo de caixa.

3. MARKETING MAIS INTELIGENTE DA EMPRESA

Os registros financeiros oferecem informações sobre suas despesas e fluxo de caixa. O que, por sua vez, pode ajudá-lo a tomar melhores decisões sobre o marketing de sua empresa.
Portanto, informações contábeis precisas podem ajudá-lo a decidir o momento certo para lançar uma campanha de marketing e entender se seus esforços de marketing estão produzindo os resultados desejados.

QUAIS SÃO OS PRINCÍPIOS DA CONTABILIDADE PARA SUA EMPRESA?

Agora que você sabe como a contabilidade pode ajudar sua empresa, está pronto para mergulhar nos princípios básicos da contabilidade para pequenas empresas.
Então, existem três áreas principais de contabilidade eficaz para pequenas empresas:

1. ESCRITURAÇÃO DA EMPRESA

Não se deixe intimidar pelo nome: a contabilidade apenas se refere a manter o controle de suas transações comerciais, desde as receitas até os pagamentos. Portanto, uma de suas principais metas de negócios é ganhar dinheiro.
E, para isso, você precisa saber como sua receita se compara aos seus custos. A contabilidade adequada pode ajudar você:

  • Informando se você está tendo lucro ou se está no caminho certo
  • Dizendo se você corre o risco de ficar sem dinheiro
  • Simplificando a temporada de impostos ao registrar as informações de que você precisará para declarar os impostos

2. DECLARAÇÕES FISCAIS DE NEGÓCIOS DA EMPRESA

A temporada de impostos pode ser estressante para freelancers e proprietários de pequenas empresas. E por um bom motivo: declarar impostos se torna mais complicado quando você trabalha por conta própria.
Mas, com uma contabilidade adequada ao longo do ano, você pode diminuir as dores de cabeça do tempo de impostos.
Portanto, existem diferentes tipos de impostos comerciais e variam por setor e por estado, mas alguns dos mais comuns incluem:

  • Imposto de Renda: exige que você pague uma parte de sua renda ao governo.
  • Em seguida, imposto sobre vendas: dependendo do tipo de trabalho que você faz para os clientes, você pode adicionar impostos sobre vendas às suas faturas, que mais tarde você paga ao governo.
  • Por fim, impostos de funcionários: se sua empresa tiver funcionários, você irá coletar impostos dos salários de seus funcionários e repassá-los ao governo.

3. RELATÓRIOS FINANCEIROS

Em seguida, os relatórios contábeis podem ajudar a orientar importantes decisões de negócios. Você enfrenta escolhas difíceis com frequência – comprar equipamentos caros para sua empresa, quais serviços oferecer aos clientes ou contratar funcionários para ajudá-lo com sua carga de trabalho.
Então, existem vários relatórios contábeis que podem ajudá-lo a tomar essas decisões. O relatório financeiro mostra todas as suas atividades financeiras, desde o dinheiro que flui para o seu negócio (receitas de clientes) até as despesas que saem (aluguel, serviços públicos, pessoal e muito mais). Portanto, este é um relatório importante para acertar.

Entre em contato com nosso Escritório Contábil e auxiliaremos na Abertura ou Regularização da sua Empresa. Queremos ser um parceiro da sua empresa!

Planejamentos Tributário: Você Sabia que é Possível Reduzir os Custos da sua Empresa?

Os impostos podem prejudicar seus ganhos anuais. Para combater isso, o planejamento tributário é uma forma legítima de reduzir suas obrigações fiscais em qualquer exercício financeiro.
Ele o ajuda a utilizar as isenções fiscais, deduções e benefícios oferecidos pelas autoridades da melhor maneira possível para minimizar sua responsabilidade.
Portanto, a definição disso é bastante simples. É a análise da situação financeira do ponto de vista da eficiência tributária.

OBJETIVOS DO PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO

O planejamento tributário é uma parte central do financeiro. Ele garante economia em impostos, ao mesmo tempo em que está em conformidade com as obrigações legais e requisitos da Lei do Imposto de Renda de 1961.
Portanto, o conceito principal de planejamento tributário é economizar dinheiro e mitigar a carga tributária. No entanto, este não é o seu único objetivo.
Vantagens do planejamento tributário:

PARA REDUZIR O LITÍGIO

Litigar é resolver disputas fiscais com autoridades fiscais locais, federais, estaduais ou estrangeiras. Frequentemente, há atritos entre os cobradores de impostos e os contribuintes, pois os primeiros tentam extrair o máximo possível, enquanto os últimos desejam reduzir ao mínimo suas obrigações fiscais. Minimizar o litígio salva o contribuinte de responsabilidades legais.

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA REDUZIR A CARGA DE IMPOSTOS

Todo contribuinte deseja reduzir sua carga tributária e economizar dinheiro para o futuro. Você pode reduzir o imposto a pagar organizando seus investimentos dentro dos vários benefícios oferecidos pela Lei do Imposto de Renda.
A Lei oferece muitos esquemas de investimento que podem reduzir significativamente sua obrigação tributária.

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA REDUZIR A CARGA ECONÔMICA

O dinheiro dos contribuintes é dedicado à melhoria do país. O planejamento e gestão tributários eficazes fornecem um fluxo saudável de dinheiro branco que resulta no progresso sólido da economia. Isso beneficia os cidadãos e a economia.

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA MELHORAR A PRODUTIVIDADE

Um dos objetivos centrais é canalizar fundos de fontes tributáveis ​​para diferentes planos de geração de renda. Isso garante a utilização ideal de fundos para causas produtivas.

TIPOS DE PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO

A maioria das pessoas apenas percebe o planejamento tributário como um processo que as ajuda a reduzir suas obrigações fiscais. No entanto, também se trata de investir nos títulos certos no momento certo para atingir seus objetivos financeiros.
Portanto, a seguir estão alguns dos vários métodos disponíveis:

DE CURTO PRAZO

Segundo esse método, o planejamento tributário é pensado e executado no final do exercício. Por outro lado, os investidores recorrem a este planeamento na tentativa de procurar formas de limitar legalmente a sua responsabilidade fiscal no final do exercício. Este método não assume compromissos de longo prazo. No entanto, ainda pode promover economias fiscais substanciais.

DE LONGO PRAZO

Esse plano é riscado no início do exercício fiscal e o contribuinte segue esse plano ao longo do ano.
No entanto, ao contrário do planejamento tributário de curto prazo, você pode não receber benefícios fiscais imediatos, mas pode ser útil no longo prazo.

PERMISSIVO

Este método envolve planejamento sob várias disposições das leis tributárias. Por outro lado, o planejamento tributário oferece várias disposições, como deduções, isenções, contribuições e incentivos.

PROPOSITAL

O planejamento tributário proposital envolve o uso de instrumentos de economia de impostos com um propósito específico em mente. Isso garante que você obtenha os benefícios ideais de seus investimentos.
Por outro lado, isso inclui a seleção precisa dos investimentos apropriados, a criação de uma agenda adequada para substituir ativos (se necessário) e a diversificação de negócios e ativos de renda com base em seu status residencial.

COMO ECONOMIZAR IMPOSTOS?

Por fim, a melhor e mais ótima maneira de economizar impostos é traçar um plano financeiro sempre que houver uma revisão em sua receita e segui-lo.
Além disso, é um bom hábito fazer investimentos para economizar impostos no início do ano, em vez de tomar decisões de investimento precipitadas e muitas vezes incorretas no último momento.
Então, para fazer isso, é bom estar ciente de todas as isenções e deduções disponíveis para você.

Entre em contato agora mesmo com nossa contabilidade, nós podemos ajudar você com seu Planejamento Tributário.